A prosódia na expressão das atitudes de dúvida, incerteza e incredulidade no português brasileiro

Bruna Valenzuela, Luciana Lemos, César Reis

Resumo


O objetivo do estudo foi investigar acusticamente como os parâmetros prosódicos se comportam na expressão das atitudes de dúvida, incerteza e incredulidade. Foram selecionados 16 estudantes de artes cênicas, sendo 8 de cada sexo, com faixa etária entre 24 e 28 anos. Cada informante foi orientado a emitir enunciados expressando as atitudes, a partir de 30 situações. Além das atitudes, os informantes também foram solicitados a gravar a leitura dos enunciados, a ser usada como referência para análise. A coleta dos dados e a análise acústica foram realizadas no programa PRAAT®. Foram analisados parâmetros prosódicos envolvendo frequência, intensidade e duração. Os resultados revelaram que a atitude de dúvida apresentou-se como a mais definida, em relação à incerteza e incredulidade. Em relação à comparação com a leitura, a atitude de dúvida apresentou maior número de parâmetros acústicos utilizados para sua expressão. Os informantes diferenciaram a produção das atitudes de dúvida e incerteza. Além da entonação, parâmetros como a duração e a intensidade exerceram influência na expressão das atitudes estudadas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Anais do Colóquio Brasileiro de Prosódia da Fala - ISSN 2237-6836