Descrição entoacional da questão total nos falares das capitais brasileiras

Joelma Silva

Resumo


Descrevem-se as diferenças de comportamento entoacional em enunciados interrogativos neutros, do tipo questão total, de 25 capitais brasileiras. A linha de pesquisa é a da fonética experimental, tendo por suporte teórico-metodológico o modelo autossegmental e métrico. Os resultados apontam para presença de dois padrões regionais, um ascendente e outro ascendente-descendente, localizados no acento nuclear. O primeiro característico principalmente dos falares nordestinos e o segundo dos falares das demais regiões do Brasil.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Anais do Colóquio Brasileiro de Prosódia da Fala - ISSN 2237-6836