Caracterização semiautomática da tipologia rítmica do português brasileiro

Wellington Silva, Plínio Barbosa

Resumo


No presente trabalho, investigamos a relação entre as medidas de produção do ritmo do português brasileiro apontadas por três métodos de caracterização do ritmo da fala e a percepção dele por uma bateria de ouvintes. O principal método utilizado foi uma técnica semiautomática fundamentada no modelo dinâmico do ritmo de Barbosa [3]. Utilizamos como corpora três gravações no estilo leitura e três no estilo semiespontâneo. Os outros métodos utilizados foram o índice de variabilidade pareada e o comprimento resultante em estatística circular. Aplicamos, então, um teste de discriminação com fala deslexicalizada, a fim de comparar os valores obtidos com esses métodos e a resposta dos sujeitos. Não foi possível chegar a resultados conclusivos, mas a análise se mostrou um passo crucial para o estudo da percepção do ritmo da fala.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Anais do Colóquio Brasileiro de Prosódia da Fala - ISSN 2237-6836