Considerações iniciais sobre um estudo comparativo entre incredulidade e surpresa

Bruna Valenzuela, Juliana Preisser, César Reis

Resumo


O presente estudo teve como objetivo analisar a variação de F0 na expressão das atitudes de surpresa e incredulidade. A metodologia consistiu na comparação entre os resultados obtidos no estudo de Oliveira (2011) sobre a incredulidade e os resultados obtidos na análise da expressão da surpresa, coletada para o estudo desenvolvido no Laboratório de Fonética (Labfon) da Universidade Federal de Minas Gerais (2010). Os resultados revelaram diferença no alinhamento do pico de F0 entre as atitudes, sendo localizado no início do enunciado na incredulidade e no final na surpresa. Os resultados se diferenciaram em função do sexo, sendo observadas diferenças entre F0 mínima, máxima e tessitura. Apesar de termos observado proximidade perceptiva entre as atitudes de surpresa e incredulidade, a análise acústica demonstrou diferenças estatísticas significativas entre essas atitudes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Anais do Colóquio Brasileiro de Prosódia da Fala - ISSN 2237-6836