ANÁLISE DA IMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL NO ESTADO DO PARANÁ

Carla Aparecida Nunes de Souza, Juliana Ayub Veltrini Spadacini, Larissa Fonseca Figueira, Neri de Souza Santana

Resumo


Neste artigo apresentamos o Ensino Remoto instituído no estado do Paraná como medida emergencial por conta da Pandemia do novo Coronavírus no ano de 2020. Para tanto, realizamos um levantamento da documentação que norteia o ensino emergencial e dos demais existentes. No entanto, o foco desta pesquisa foi a análise da Resolução nº 1.522/2020 – GS/SEED direcionada à Educação Básica do referido estado. Identificamos as diferenças entre Ensino Remoto e Educação a Distância e relatamos o Ambiente Virtual de Aprendizagem escolhido pela SEED para a oferta das aulas on-line. Percebemos o potencial do Ensino Remoto para suprir temporariamente a falta do ensino presencial, contudo verificamos que há vários detalhes a serem reavaliados e organizados para que sua aplicação seja efetiva, dentre eles a necessidade do conhecimento dos recursos propostos para uso, por parte dos docentes para que o planejamento e a realização da gestão de classe e de conteúdo ocorra de forma eficaz. Como resultados percebemos a necessidade de maiores estudos acerca do tema, relativamente novo e ainda com poucas fontes de pesquisa, para que o Ensino Remoto, mesmo com características emergenciais, possa suprir as necessidades básicas da Educação.

Palavras-chave


ensino remoto; educação básica; regime emergencial.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017.

DAUDT, L.. Ferramentas do google sala de aula que vão incrementar sua aula. Disponível em:. Acesso em 29 de junho de 2020.

GAUTHIER, C.; MARTINEAU, S.; DESBIENS, J. F.; MALO, A.; SIMARD, D. Por uma Teoria da Pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. 3. ed. Ijuí: Unijuí, 2013.

LANDIM, C. M. das M. P. F. Educação à distância: algumas considerações. Rio de Janeiro: [s.n.], 1997.

MELLO, D. E. de. Educação a Distância, Educação Online e Atividades Remotas. Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática, Aprendizagem e Tecnologias. Maio de 2020. Disponível em:

. Acesso em: 28 de outubro de 2020.

MOORE, M. G. Educação a Distância: uma visão integrada. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

MOREIRA, J. A.; SCHLEMMER, E. Por um novo conceito e paradigma de educação digital online. In: Revista UFG, 2020, V. 20, 6343. Disponível em: . Acesso em 29 de junho de 2020.

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE DO PARANÁ. Resolução nº 1.522/2020, de 7 de maio de 2020. Dispõe sobre o regime especial nas atividades escolares na forma de aulas não presenciais. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2020.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. - Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

VIDAL, O. F; SILVA, M.M. O tutor na educação a distância: contribuições da motivação para a aprendizagem online. Disponível em . Acesso em 23 de julho de 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2317-0239 (Eletrônico)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.