LETRAMENTO IDEOLÓGICO E EMANCIPAÇÃO FEMININA

Zulmária de Souza Faustino Dias Mara, Carlos Henrique Silva de Castro

Resumo


 

RESUMO: No presente trabalho, apresentamos reflexões sobre práticas de letramentos e seus potenciais para emancipação feminina. O trabalho se inicia com uma revisão conceitual acerca de letramento(s), bem como a evolução das pesquisas no Brasil e sua relevância para além da escolarização, mas para a vida enquanto práticas sociais. Encontramos na vertente “ideológica” de Street (2014) o que parece ser a seara para um trabalho que fomente os letramentos para a emancipação feminina. Para um trabalho em educação linguística nesse sentido, a proposta de sequências didáticas por meio dos gêneros textuais pode promover letramentos com resultados no empoderamento e emancipação das mulheres. Ao final, apresentamos as biografias de letramento (STREET, 2014) como necessárias à orientação ideológica do trabalho.



Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2317-0239 (Eletrônico)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.