LETRAMENTO DIGITAL: EM TEMPOS DE ENSINO REMOTO, UMA NECESSIDADE CADA VEZ MAIS ATUAL

Sangela Lígia Camilo da Silva, Maria Dayane Lima Miranda, Paulete Gonçalves Gomes de Melo

Resumo


Em um mundo cada vez mais tecnológico, compreende-se que a área do ensino tende a está cada vez mais interligada a mecanismos digitais, tendo em vista que o ato de alfabetizar perpassa o limite do "ler e escrever". Desta forma, propomos, a partir desta pesquisa, a qual teremos como suporte teórico Antônio Carlos Gil (2010), Magda Soares (2012), Renata Aquino (2015), entre outros, abordar o conceito de Letramento e Letramento digital, levando em consideração suas definições e abordagens, considerando as inúmeras dificuldades em incluir o letramento digital na rotina do aluno; tendo em vista o atual contexto de pandemia em que o mundo inteiro se encontra, e assim, a necessidade de um ensino remoto cada vez mais digital. 

https://eventos.textolivre.org/moodle/mod/forum/discuss.php?d=1092


Palavras-chave


Letramento; Letramento Digital; Ensino Remoto; Alfabetização.

Texto completo:

PDF

Referências


AQUINO, Renata. Usabilidade é a chave para aprendizado em EAD, 2015. Disponível em: Acesso em: 13 ago. 2020.

CARVALHO, Marlene. Alfabetizar e letrar: um dialógo entre a teoria e a prática. 7. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

FREITAS, Renival Vieira de; LIMA, Magneide S. Santos. As Novas Tecnologias Na Educação: Desafios Atuais Para A Prática Docente. Disponível em: Acesso em: 14 ago. 2020.

GAMA, Agleice Marques. O letramento digital e a escola como sua principal agência. Revista Memento - Revista do Mestrado em Letras Linguagem, Discurso e Cultura – UNINCOR, V.3, Jan a jul. 2012. Disponível em: < http://periodicos.unincor.br/index.php/memento/article/view/350> Acesso em : 13 ago. 2020.

GIL, Antonio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

LÉVY, P. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Tradução de Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Ed.34, 1993.

LUIZ DA SILVA, Dilcinho. LETRAMENTO DIGITAL E APRENDIZAGENS SIGNIFICATIVAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: Acesso em: 14 ago. 2020.

MORAN, José Manuel. Novas tecnologias e o re-encantamento do mundo. Revista Tecnologia Educacional. Rio de Janeiro, vol. 23, n.126, setembro-outubro 1995, p. 24-26. Disponível em: < http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/tecnologias_eduacacao/novtec.pdf > Acesso em: 14 ago. 2020.

MOREIRA, Daniel Augusto. Analfabetismo funcional: o mal nosso de cada dia. São Paulo: Thomson Learning, 2003.

SILVA, Maria Liliane Soares da. Letramento digital na escola: O blog como estratégia pedagógica. 45 f. 2014. Monografia (Especialização em ensino de línguas e linguísticas: interface-teórico prática para o ensino de língua e linguística) - Universidade Estadual da Paraíba, Guarabira.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012.

VILLELA, Ana Maria Nápoles. Teoria e prática dos gêneros digitais nos documentos oficiais da área de letras. Trabalho apresentado no III Encontro Nacional sobre o Hipertexto, 2009. Disponível em: Acesso em: 10 ago. 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2317-0239 (Eletrônico)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.