MAPAS MENTAIS E ENSINO REMOTO

Daniel Carvalho Walger Morandini, Maira Gabriela de Lima Martins Leite

Resumo


O podcast consistiria em discorrer sobre Mapas Mentais no cotidiano dos estudantes, principalmente neste momento de pandemia, e uma participação da professora Liliane Rezende para explicar a sua aplicação no Ensino Remoto, usando sua experiência obtida com a aplicação no Ensino Remoto Emergencial do curso de Licenciatura Plena em Matemática da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), unidade Ibirité. O principal objetivo é demonstrar que a utilização deste método traz respostas positivas no ensino e constituiu uma forma atrativa e diferente de se aprender. Além disso, a sua utilização pode ser um importante recurso didático metodológico para que se alcance os objetivos propostos no processo de ensino aprendizagem de Matemática. Por meio de dois apresentadores, o podcast iria ser uma conversa focando na troca de ideias sobre as experiências dos entrevistadores com o tema. Primeiramente, ocorreria a apresentação dos dois apresentadores, Daniel Morandini e Maira Gabriela Leite. Logo após, os dois iriam explicar o que é Mapa Mental, contando suas experiências, com foco maior nos seguintes tópicos: “o que é”, “Quais as possíveis interpretações de Mapa Mental hoje em dia?”, “Vantagens e desvantagens” e “como fazer”. Após finalizado esta parte, teria início a segunda etapa, que constitui de uma entrevista com a professora Liliane Rezende. Primeiramente, será pedido uma apresentação da entrevistada sobre seu currículo. Dando continuidade, conversaremos sobre as decisões de ensino remoto da UEMG e como ela encontrou um apoio nos Mapas Mentais para auxiliar nas suas aulas, que são consideradas duas das matérias mais complicadas para os alunos do curso, Cálculo Diferencial Integral I e Fundamentos de Álgebra e Aritmética. Finalmente, encerraremos o podcast, salientando a relevância que os Mapas Mentais podem ter no processo de aprendizagem e ensinamento, possibilitando um olhar mais profundo e mais crítico sobre os conteúdos abordados, com interpretações únicas e criativas sobre cada ponto articulado dentro do mapa. A divisão do tempo consistiu em: cerca de cinco minutos para a parte inicial, quatro minutos para a entrevista e um minuto para a considerações finais e despedida. Todo conteúdo do podcast será baseado em bibliografias.

Palavras-chave


Mapas Mentais; Ensino Remoto; Ensino Universitário;

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL, Parecer CNE/CP nº.5/2020, reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade

de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima

anual, em razão da Pandemia da COVID-19). Acesso no dia 20 de maio de 2020. Disponível

em: http://portal.mec.gov.br/conselho-nacional-de-educacao/atos-normativos-- sumulaspareceres-e-resolucoes/33371-cne-conselho-nacional-deeducacao/85201-parecer-cp-2020

BUZAN, Tony. Mapas Mentais. Tradução por Paulo Polzonoff Jr; Rio de Janeiro: Editora

Sextante, 2009.

CUNHA, Daniela Sandi. Projeto de Ensino: Matemática tangível. Scientia cum Industria, v. 5,

n. 3, p. 168-175, 2018.)

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. São Paulo: Editora Paz e Terra; 2011.

GONZÁLEZ, Juan Manuel Muñoz; PEÑA, AntonioOntoria; RUBIO, Ana Molina. El mapa

mental, un organizador gráfico como estrategiadidáctica para laconstruccióndelconocimiento.

MARTINS, Zélia. As TIC no ensino-aprendizagem da Matemática. In: Anais do X Congresso

Internacional Galego-Português de Psicopedagogia. Universidade do Minho. Portugal. p.

-2742, 2009.

MORAN, José. Metodologias ativas para uma aprendizagem mais profunda. Metodologias

ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, p.

-25, 2018.

PONTES, Edel Alexandre Silva. Os Quatro Pilares Educacionais no Processo de Ensino e

Aprendizagem de Matemática. Revista Iberoamericana de TecnologíaenEducación y

EducaciónenTecnología, n. 24, p. 15-22, 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2317-0239 (Eletrônico)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.