MULTILETRAMENTOS E AS TECNOLOGIAS NA ESCOLA: A FAVOR DO USO SOCIAL DA LEITURA E DA ESCRITA

Renan Cardozo

Resumo


As tecnologias, por si só, não produzem conhecimento, mas auxiliam nas aplicações e produções de informação produzidas com o uso de dispositivos, o que se pode chamar de um ciclo de “[...] retroalimentação cumulativo entre a inovação e o seu uso” (CASTELLS, 2011, p. 69). Na escola, o uso de ferramentas tecnológicas podem ser um recurso destinado a auxiliar no processo de ensino e de aprendizagem, ainda não é rotineiro, devido aos equipamentos disponíveis nas instituições e dificuldades de acesso à rede. Neste artigo, objetivamos, partindo da perspectiva dos multiletramentos (ROJO, 2012), relatar uma oficina realizada em uma escola estadual localizada no município de Jaguarão, Rio Grande do Sul, fronteira Brasil-Uruguay. Em específico, realizamos uma contextualização de onde partimos até chegar a aplicação da oficina; apresentaremos a concepção dos multiletramentos, o qual nos ancoramos; discutiremos e exporemos os resultados obtidos. A metodologia que adotamos se pauta nos princípios da pesquisa qualitativa que se dividiu em três etapas: primeiramente, discutimos sobre a possibilidade de aplicação da oficina, considerando, sobretudo, a infraestrutura do laboratório de informática da escola, posteriormente, adequamos a nossa proposta à realidade da escola e, por fim, aplicamos e discutimos sobre os resultados obtidos.

Palavras-chave


Palavras-chave: multiletramento; formação crítica; TIC.

Texto completo:

PDF

Referências


BEVILAQUA, R. Novos estudos do letramento e multiletramentos: divergências e confluências. RevLet – Revista Virtual de Letras, v. 05, n. 01, jan./jul, 2013.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. 6.ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

LEMKE, J. L. Letramento Metamidiático: transformando significados e mídias. Trab. linguist. apl. [online]. v. 49, n. 02, 2010. p.455-479.

LEMOS, A. Cibercultura: tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 5.ed. Porto Alegre: Sulina, 2010.

LÉVY, P. Cibercultura. 3.ed. São Paulo: Editora 34, 2010.

MACEDO, R. F. S.; BEZERRA, A. L.; ALMEIDA, I. Multiletramento: o uso da plataforma pixton como recurso didático na produção de histórias em quadrinhos. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2020.

MORAN, José M. A Educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. 4.ed. Campinas: Papirus, 2007.

ROJO, R. Pedagogia dos Multiletramento: diversidade cultural e de linguagens na escola. In: ROJO, R.; MOURA, E. (Org.). Multiletramentos na Escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012. p.11-32.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2317-0239 (Eletrônico)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.