Behemoth, Lilith e Anjos: três monstros judaicos em Jorge Luis Borges

Marcos Fábio de Faria

Resumo


Análise dos verbetes de monstros judaicos recriados por Jorge Luis Borges em Manual de zoologia fantástica e O livro dos seres imaginários, a saber: Behemoth, Lilith e os anjos Haniel, Kazfiel, Azriel e Aniel. As múltiplas representações e versões desses verbetes, bem como seu diálogo com a Torah e sua inscrição na literatura.


Texto completo:

PDF

Referências


BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo: Edições Paulinas, 1992.

BORGES, Jorge Luis e GUERREIRO, Margarita. Manual de Zoologia Fantástica. México: FCE, 1966.

BORGES, Jorge Luis e GUERREIRO, Margarita. O livro dos seres imaginários. Trad. Heloisa Jahn. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

BLOM, Philipp. Ter e manter uma história íntima de colecionadores e coleções. Trad. Berilo Vargas. Rio de Janeiro/São Paulo: Editora Record, 2003.

CALVINO, Italo. A combinatória e o mito na arte da narrativa. In: Calvino, Italo et alli. Atualidade do mito. Trad. Luis Claudio de Castro e Costa. São Paulo: Martins Fontes, 1977.

CARROLL. Noël. A filosofia do horror, ou, paradoxos do coração. Trad. Roberto Leal Correa. Campinas: Papirus, 1999.

COHEN, Jefrey Jerome. A cultura dos monstros: sete teses. In: SILVA, Tomaz Tadeu (Org.) Pedagogia dos monstros: Os prazeres e os perigos da confusão de fronteiras. Trad. Roberto Leal Ferreira. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

COUCHAUX, Brigitte. Lilith. In: BRUNEL, Pierre (Org.) Dicionário de mitos literários. Trad. Carlos Sussekind et alli. Brasília: Editora UNB/ José Olímpio, 2000.

DELUMEAU, Jean. Historia do medo no ocidente 1300-1800 uma cidade sitiada. Trad. Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

DERRIDA, Jacques. Mal de arquivo uma impressão freudiana. Trad. Cláudia de Moraes. Rio de Janeiro: Editora Relume Dumará, 2001.

ELIADE, Mircea. Mito e realidade. Trad. Pola Civelli. São Paulo: Editora Perspectiva, 1994.

FOUCAULT, Michel. Classificar. In: Foucault, Michel. As palavras e as coisas: uma arqueologia das ciências humanas. Trad. Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FREUD, Sigmund. O estranho. In: FREUD, Sigmund. Edição eletrônica brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Trad. José Otavio de Aguiar Abreu. Rio de Janeiro: Imago, 1980.

GONZAGA, Vívien. Mínimo arquivo judaico de monstros. Letras, Publicação da ONG Cidades Criativas, Ano IV, n.32, Belo Horizonte, maio de 2009.

JEHA, Julio. Monstros como metáforas do mal. In: JEHA, Júlio. Monstros e monstruosidades na literatura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.

LEVI, Primo. Lilith. In: Levi, Primo. 71 contos. Trad. Mauricio Santana Dias. São Paulo: Cia das Letras, 2005.

NASCIMENTO, Lyslei. Monstros no arquivo, esboço para uma teoria borgiana dos monstros. In: JEHA, Júlio. Monstros e monstruosidades na literatura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.

NASCIMENTO, Lyslei. Vestígios da tradição judaica: Borges e outros rabinos. Tese (Doutorado em Literatura Comparada) – Faculdade de Letras, UFMG, 2001.

PIGLIA, Ricardo. Memoria y tradición. In: CONGRESSO ABRALIC, 2º, Belo Horizonte. Anais... Vol. 1, Belo Horizonte: UFMG, 1991.

SCLIAR, Moacyr. Memórias judaicas. In: SCLIAR, Moacyr; SOUZA, Márcio. Entre Moisés e Macunaíma: os judeus que descobriram o Brasil. Rio de Janeiro: Garamond, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1982-3053.3.5.73-84

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




© Copyright 2007 Arquivo Maaravi: Revista Digital de Estudos Judaicos da UFMG - ISSN: 1982-3053.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.