Leitura das leituras em marginalia: uma conversa entre poetas / Reading of Readings on Marginalia: A Conversation Between Poets

Manaíra Aires Athayde

Resumo


Resumo: Ao investigarmos o espólio de Ruy Belo (1933-1978), considerado um dos mais importantes poetas portugueses do século XX, deparamo-nos com várias anotações em dois livros que, como se pode observar pela marginalia, foram bastante significativos para o autor: , de António Nobre (1867-1900), uma das obras expoentes da geração finissecular em Portugal; e Antologia Poética, reunindo poemas de Manuel Bandeira (1886-1968) escolhidos por ele mesmo. Partindo dos apontamentos feitos por Ruy Belo naqueles livros, pretendemos mostrar como tais registros podem nos ajudar a encontrar caminhos para reler a obra beliana e entender melhor o diálogo que o poeta manteve com outros autores. Dessa maneira, queremos reivindicar o papel que os testemunhos de leitura podem desempenhar na análise de uma obra literária e na investigação das relações intertextuais que, com base nessas inscrições materiais, conseguimos estabelecer.
Palavras-chave: Ruy Belo; António Nobre; Manuel Bandeira; anotações em marginalia; relações intertextuais.

Abstract: When investigating the archive of Ruy Belo (1933-1978), considered one of the most important Portuguese poets of the 20th century, we found several notes on marginalia in two books that proved to be very significant for his work: by António Nobre (1867-1900), one of the exponent works of the end of century generation in Portugal; and Antologia Poética by Manuel Bandeira (1886-1968), with poems chosen by him. Considering these notes, we intend to show the ways in which these material inscriptions can help us reread his work and better understand the consequences of the dialogue he has maintained with other writers. In doing so, we want to claim the role that the reading testimonies can play in the analysis of a literary work and in establishment of intertextual relations from these material inscriptions.
Keywords: Ruy Belo; António Nobre; Manuel Bandeira; notes on marginalia; intertextual relationships.


Palavras-chave


Ruy Belo; António Nobre; Manuel Bandeira; anotações em marginalia; relações intertextuais.

Texto completo:

PDF

Referências


ARRIGUCCI JR., D. Humildade, Paixão e Morte: A poesia de Manuel Bandeira. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

ATHAYDE, M. A. Manuel Bandeira e Ruy Belo – Poesia maior ou menor?. In: PESSOA, Silvana; MOREIRA, Wagner (org.). A Mão Inundada: Ensaios de Poesia Portuguesa Moderna e Contemporânea. Rio de Janeiro: Oficina Raquel, 2018. p. 211-234.

BANDEIRA, M. Antologia Poética. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora do Autor, 1961.

BELO, R. [Autógrafo]. Lisboa, [entre 1969 e 1973]. (Espólio de Ruy Belo).

BELO, R. [Correspondência]. Destinatário: Zeca. Queluz/Lisboa, 6 jun. 1968. (Espólio de Ruy Belo).

BELO, R. Aquele Grande Rio Eufrates. 2. ed. Lisboa: Moraes Editores, 1972.

BELO, R. Aquele Grande Rio Eufrates. Lisboa: Edições Ática, 1961.

BELO, R. Ficção Literária e Censura Eclesiástica. 1958. 337 f. Tese (Doutorado em Direito Canônico) – Faculdade de Direito Canônico, Pontifícia Universidade São Tomás de Aquino (Angelicum), Roma, 1958.

BELO, R. Na Senda da Poesia. Edição de Maria Jorge Vilar de Figueiredo. Lisboa: Assírio & Alvim, 2002.

BELO, R. Todos os Poemas. 3. ed. Lisboa: Assírio & Alvim, 2009.

BÍBLIA SAGRADA – Almeida Revista e Corrigida. Tradução de João Ferreira de Almeida. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2009.

BÍBLIA SAGRADA – Testamento Velho (Novo Testamento). Tradução segundo a Vulgata Latina. Illustrado de Prefações, Notas e Lições Variantes por A. Pereira de Figueiredo. Lisboa: Officina de Simão Thaddeo Ferreira, 1803. t. XVI.

COHEN, J. Estrutura da Linguagem Poética. Lisboa: Dom Quixote, 1976.

CRUZ, G. A Vida da Poesia: Textos críticos reunidos. Lisboa: Assírio & Alvim, 2008.

DONNE, J. Devotions – Upon Emergent Occasions. Ann Arbor: The University of Michigan Press, 1959.

GUMBRECHT, H. U. Produção de Presença: O que o sentido não consegue transmitir. Tradução de Ana Isabel Soares. Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio, 2010.

GUSMÃO, M. Tatuagem & Palimpsesto: Da poesia em alguns poetas e poemas. Lisboa: Assírio & Alvim, 2010.

HULLE, D. V. Modern Manuscripts: The extended mind and creative undoing from Darwin to Beckett and Beyon. Londres/Nova York: Bloomsbury, 2014.

JACKSON, H. J. Marginalia: Readers Writing in Books. New Haven: Yale University Press, 2001.

JORGE, E. Absolutamente, toda a terra. In: BELO, R. Toda a Terra. Rio de Janeiro: 7Letras, 2014. p. 7-11.

LOURENÇO, J. F. A Poesia de Jorge de Sena: Testemunho, metamorfose, peregrinação. Lisboa: Guerra e Paz, 2010.

MARTINHO, F. J. B. Heranças de Nobre. In: MORÃO, P. (org.). António Nobre em Contexto. Lisboa: Edições Colibri, 2001. p. 101-120.

MARTINS, F. C. Notas sobre o tempo em António Nobre. In: MORÃO, P. (org.). António Nobre em Contexto. Lisboa: Edições Colibri, 2001. p. 67-72.

MEYER, A. Pergunta sem resposta. In: MEYER, A. Textos Críticos. Seleção e introdução de João Alexandre Barbosa. São Paulo/Brasília: Perspectiva: INL, 1986. p. 81-93.

NOBRE, A. Só. 11. ed. Porto: Livraria Tavares Martins, 1959.

PEREIRA, J. C. S. A dúplice exemplaridade do “Só”. Colóquio/Letras, Lisboa, n. 127-128, p. 27-46, 1993.

ROSENBAUM, Y. Manuel Bandeira: Uma Poesia da Ausência. 2. ed. São Paulo: Edusp, 2002.

SARAIVA, A. O País Possível, de Ruy Belo, e a sua poesia real. In: BELO, R. País Possível. Lisboa: Editorial Presença, 1998. p. 7-15.

SIMÕES. J. G. António Nobre: Precursor da Poesia Moderna. 2. ed. Lisboa: Editorial Inquérito, 1959. (Coleção Cadernos Culturais).

VERDE, C. Obra Completa de Cesário Verde. 2. ed. Lisboa: Portugália, 1970.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Manaíra Aires Athayde

O Eixo e a Roda: Revista de Literatura Brasileira
ISSN 0102-4809 (impressa) / ISSN  2358-9787 (eletrônica)

License

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.