O papel do léxico no alçamento sem motivação aparente das vogais médias pretônicas do português brasileiro

Susiele Machry da Silva, Ana Paula Correa da Silva Biasibetti

Abstract


Resumo: Este artigo tem por objetivo discutir o papel da frequência lexical no processo variável de alçamento sem motivação aparente das vogais médias pretônicas na variedade de português brasileiro falada em Porto Alegre/RS. O estudo, realizado a partir de dados dos trabalhos desenvolvidos por Bisol (1981), Klunck (2007), Cruz (2010) e Silva (2014), investiga a atuação do léxico a partir dos preceitos da Fonologia de Uso (BYBEE, 2001) e da Teoria de Exemplares (JOHNSON, 1997; PIERREHUMBERT, 2001, 2002). Parte-se da hipótese de que o alçamento se propaga prioritariamente pelos paradigmas frequentes cujas redes de associação apresentam estrutura mais densa, isto é, quanto maior o número de itens lexicais associados ao paradigma, maior a probabilidade de o alçamento se propagar. Os resultados obtidos, em conformidade com essa hipótese, sugerem que o processo atinge, inicialmente, os paradigmas mais frequentes e, gradualmente, se espalha para outras palavras com estrutura igual ou semelhante. 

Palavras-chave: vogais médias pretônicas; alçamento sem motivação aparente; variação; léxico; frequência.

Abstract: This paper aims to discuss the role of lexical frequency in pretonic mid-vowel raising without apparent motivation in the Brazilian Portuguese variety spoken in Porto Alegre/RS. This study reexamines the data analyzed by Bisol (1981), Klunck (2007), Cruz (2010) and Silva (2014) and investigates the role of the lexicon under the assumptions of Usage-Based Phonology (BYBEE, 2001) and Exemplar Theory (JOHNSON, 1997; PIERREHUMBERT, 2001, 2002). It is hypothesized that the raising propagates preferentially through the frequent paradigms whose networks of association have a denser structure, that is, the larger the number of lexical items associated with the paradigm, the higher the chance of the raising propagates. The results confirmed the hypothesis, suggesting that the process initially occurs in the most frequent paradigms and spreads gradually to other words with the same or similar structure.

Keywords: Pretonic Mid-Vowels; Raising Without Apparent Motivation; Variation; Lexicon; Frequency.


Keywords


Pretonic Mid-Vowels; Raising Without Apparent Motivation; Variation; Lexicon; Frequency.

References


ALMEIDA, L. S.; CRISTÓFARO SILVA, T. Projeto ASPA: um mapeamento dos sons do português brasileiro. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE FONÉTICA E FONOLOGIA, 3., 2006, Belo Horizonte. Caderno de Resumos... v. 1. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2006.

BISOL, L. Harmonia vocálica: uma regra variável. 1981. 333f. Tese (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1981.

BISOL, L. O alçamento da pretônica sem motivação aparente. In: BISOL, L.; COLLISCHONN, G. (Org.). Português no sul do Brasil: variação fonológica. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2009, p. 73-92.

BYBEE, J. Phonology and language use. New York: Cambridge University, 2001.

BYBEE, J. Word frequency and context use in the lexical diffusion of phonetically conditioned sound change. Language, Variation and Change, Cambridge, v. 14, n. 3, p. 261-290, 2002.

BYBEE, J. From usage to grammar: the mind’s response to repetition. Language, Linguistic Society of America, v. 82, n. 4, p. 711-733, 2006.

BYBEE, J. Language, usage and cognition. New York: Cambridge University, 2010.

CASAGRANDE, G. Harmonização vocálica: análise variacionista em tempo real. 2003. 112f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Faculdade de Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003.

CHAN, E.; YBARRA, O.; SCHWARTZ, N. Reversing the affective congruency effect: the role of target word frequency of occurrence. Journal of Experimental Social Psychology, Elsevier, v. 42, n. 3, p. 365-372, 2006.

CHEN, M.; WANG, W. Sound change: actuation and implementation. Language, Linguistic Society of America, v. 51, n. 2, p. 255-282, 1975.

CRISTÓFARO-SILVA, T. ASPA (Avaliação Sonora do Português Atual): uma ferramenta de apoio aos estudos em fonética e fonologia. In: ENANPOLL, 19., 2004, Maceió. Caderno de Resumos... Maceió: ANPOLL, 2004.

CRISTÓFARO-SILVA, T.; ALMEIDA, L. S. ASPA: a formulação de um banco de dados de referência da estrutura sonora do português contemporâneo. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE COMPUTAÇÃO, 25., 2005, São Leopoldo. Anais... São Leopoldo: Sociedade Brasileira de Computação, 2005. v. 1, p. 2268-2277.

CRISTÓFARO-SILVA, T.; GOMES, C. A. Representações múltiplas e organização do componente linguístico. Fórum Linguístico, Florianópolis, v. 4, n. 1, p. 147-177, jul. 2004.

CRUZ, M. C. As vogais médias pretônicas em Porto Alegre/RS: um estudo sobre o alçamento sem motivação aparente. 2010. 203f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Faculdade de Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

HUBACK, A. P. da S. Efeitos de frequência nas representações mentais. 2007. 318 f. Tese (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2007.

JOHNSON, K. Speech perception without speaker normalization: an exemplar model. In: JOHNSON, K.; MULLENNIX, J. Talker variability in speech processing. San Diego: Academic, 1997. p. 145-165.

KLUNCK, P. Alçamento das vogais médias pretônicas sem motivação aparente. 2007. 112f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Faculdade de Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

KUCERA, H.; FRANCIS, W. Computational analysis of presentday American English. Providence, RI: Brown University, 1967.

LABOV, W. Resolving the neogrammarian controversy. Language, Linguistic Society of America, v. 57, n. 2, p. 267-308, 1981.

OLIVEIRA, M. A. de. The neogrammarian controversy revisited. International Journal of the Sociology of Language, Berlin, v. 89, n. 1, p. 93-105, 1991.

PAUL, H. Princípios fundamentais da história da língua. Lisboa: Gulbenkian, 1983.

PHILLIPS, B. Word frequency and the actuation of sound change. Language, Linguistic Society of America, v. 60, n. 2, p. 320-342, 1984.

PIERREHUMBERT, J. Exemplar dynamics: word frequency, lenition and contrast. In: BYBEE, J.; HOPPER, P. Frequency and the emergence of linguistic structure. Amsterdam: J. Benjamins, 2001. p. 137-157.

PIERREHUMBERT, J. Word specific phonetics. In: GUSSENHOVEN, C.; WARNER, N. (Ed.). Laboratory Phonology 7. The Hague: Mouton de Gruyter, 2002. p. 101-139.

PIERREHUMBERT, J. Phonetic diversity, statistical, learning, and acquisition of phonology. Language and Speech, Sage Publications, n. 46, p. 115-154, 2003.

PIERREHUMBERT, J. The dynamic lexicon. In: COHN, A.; FOUGERON, C.; HUFFMAN, M. The Oxford Handbook of Laboratory Phonology (Ed.). Oxford: Oxford University, 2012. p. 173-183.

SARDINHA, A. P. B.; MOREIRA FILHO, J. L.; ALAMBERT, E. A. Corpus Brasileiro. Pós-Graduação em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2010. Disponível em: http://www.sketchengine.co.uk/. Acesso em: 20 mar. 2015.

SCHWINDT, L. C. Harmonia vocálica em dialetos do Sul do país: uma análise variacionista. 1995. 76f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Faculdade de Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1995.

SCHWINDT, L. C. A regra variável de harmonização vocálica no RS. In: BISOL, L.; BRESCANCINI, C. (Org.). Fonologia e variação: recortes do português brasileiro. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2002. p. 161-182.

SILVA, A. P. C. da. Elevação sem motivação aparente das vogais médias pretônicas entre os jovens porto-alegrenses. 2014. 172f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Faculdade de Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

VAN HEUVEN, W. J. B. et al. SUBTLEX-UK: A new and improved word frequency database for British English. The Quarterly Journal of Experimental Psychology, v. 67, n. 6, p. 1176-1190, 2014.

WANG, W. Competing changes as a cause of residue. Language, Linguistic Society of America, v. 45, n. 1, p. 9-24, 1969.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.25.1.151-178

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2017 REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional    

Image result for fapemig

Grant #APL-00427-17 (2018-2019)