O papel da sintaxe na aquisição de adjetivos no português brasileiro / The role of syntax in the acquisition of adjectives in Brazilian Portuguese

Cristina de Souza Prim

Abstract


Resumo: O objetivo deste trabalho é discutir como a criança adquire a sintaxe de adjetivos qualificativos. Por se tratar de uma categoria flexível, o desafio da aquisição de suas possibilidades sintáticas já é de fato esperado. Através de análise de transcrição de fala espontânea e de retomada de estudos já publicados sobre o assunto, discutiremos a hipótese de que a criança marca inicialmente um parâmetro de ordem, que permite a produção de adjetivos pós-nominais, mas que posteriormente ela precisa rever a aplicação desta regra à sua língua motivada por pistas encontradas em seu input. A ordem adjetivo-nome só surgirá quando houver uma remarcação paramétrica de sua língua de traços que são apenas fracos, com o adjetivo in situ, para uma marcação mais consistente, que pode ser tanto forte quanto fraca. Apresentamos argumentos favoráveis à análise que classifica o português brasileiro como uma língua de traços fortes opcionais, que se aplicam para adjetivos, mas também para WHs e para possessivos.

Palavras-chave: aquisição de adjetivos; sintaxe de adjetivos; marcação paramétrica.

Abstract: The objective of the present study is to discuss the acquisition of the syntax of qualifying adjectives by children. Due to its flexible category, the challenge to acquiring these syntactic possibilities is expected. Based on the analysis of spontaneous speech transcription, and the contributions of published studies on the subject, we raise the hypothesis that although children initially mark a parameter of order, which allows the production of postnominal adjectives, they will need to review the use of this rule in language induced by some clues in their input. The adjective name order will only emerge when a parameter remarking in their language has only weak traits, with an in situ adjective for a consistent marking, which may be either strong or weak. Therefore, we present arguments in favor of an analysis, which classifies Brazilian Portuguese as an optional strong trait language that apply to adjectives, as well as to WHs and to possessives.

Keywords: adjectives acquisition, syntax of adjectives, parameter remarking.


Keywords


aquisição de adjetivos; sintaxe de adjetivos; marcação paramétrica; adjectives acquisition, syntax of adjectives, parameter remarking.

References


ALMEIDA, Cristiano. A identificação de nomes e adjetivos por crianças adquirindo o PB. 2007. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2007.

CARDINALETTI A; G. GIUSTI. The acquisition of adjectival ordering in Italian. In: ANDERSSEN M.; BENTZEN K.; WESTERGAARD M. (Ed.). Variation in the input. Studies in the Acquisition of Word Order. Dordrecht; Heidelberg; London; New York: Springer, 2010. v. 39, p. 65-93.

CARLSON, G; PELLETIER, F. (Ed.). The generic book. Chicago: University of Chicago Press, 1995.

CASTRO, A. On Possessives in Portuguese. 2006. Tese (Doutorado) – Universidade Nova de Lisboa; Université Paris 8 – Vincennes Saint-Denis, Lisboa; Paris, 2006.

CERQUEIRA, Vicente C. Aquisição de possessivos. Cad. Est. Ling., Campinas, v. 36, p. 47-69, jan./jun. 1999.

CINQUE, Guglielmo. The syntax of adjectives: a comparative study. Cambridge, MA: MIT Press, 2010. (Linguistic Inquiry Monograph, 57). DOI: https://doi.org/10.7551/mitpress/9780262014168.001.0001

COHEN, M. A. O posicionamento do adjetivo no sintagma nominal português: um estudo diacrônico. Boletim do Centro de Estudos Portugueses, Belo Horizonte, v. 9/10, n. 12, p. 58-62, 1988.

CORRÊA, Leticia M. S.; AUGUSTO, Marina R. A. Primeiros passos na aquisição da sintaxe: o sintagma nominal. In: FREITAS, Maria João; SANTOS, Ana Lúcia (Ed.). Aquisição de língua materna e não materna: questões gerais e dados do português. Berlin: Language Science Press, 2017. p. 121-154.

DEMUTH, K. Collecting Spontaneous Production Data. In: MCDANIEL, D.; MCKEE, C.; CAIRNS, H. (Ed.). Methods for Assessing Children’s Syntax. Cambridge, Massachussets: MIT Press, 1996.

DRESHER, B.E. Charting the Learning Path: Cues to Parameter Setting. Linguistic Inquiry, [S.l.], v. 30, n. 1, p. 27-67, 1999.

ERNST, Thomas. The Syntax of Adjuncts. Cambridge University Press: Cambridge, 2004. (Cambridge Studies in Linguistics, 96)

GREENBERG, J. Universals of Language. Cambridge, Mass: MIT Press, 1966.

GROLLA, Elaine B. A aquisição da periferia esquerda da sentença em português brasileiro. 2000. 95f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Unicamp, Campinas, 2000.

GUASTI, Maria Teresa. Language Acquisition: the Growth of Gramar. Cambridge, MA: MIT Press, 2002.

IHSANE, T.; PUSKÁS, G. Specific is not definite. Generative Grammar in Geneva, Geneva, v. 2, p. 39-54, 2001.

KATO, Mary. Gramática infantil: competência plena ou uma gramática sem categorias Funcionais? In: REUNIÃO ANUAL DA SBPC, 47., 1995. São Luis, MA. Anais... São Luís: SBPC, 1995. v. 1.

LIGHTFOOT, D. The Development of Language: Acquisition, Change and Evolution. Massachussets: Blackwell Publishers, 1999.

LOPES, Ruth Vasconcellos. Traços semânticos na aquisição da linguagem. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 41, n. 1, p. 161-178, mar. 2006.

NAME, Maria Cristina. Aquisição de nomes e adjetivos por crianças brasileiras: uma abordagem psicolingüística. Revista Estudos Linguísticos, Campinas, v. XXXIV, p. 415-420, 2005.

PRIM, Cristina de Souza. Os adjetivos exclusivamente pré-nominais do português. Signum: Estud Ling, Londrina, v. 18, n. 2, p. 377-403, dez. 2015.

RIZZI, Luigi. The fine structure of the left periphery. In: HAEGEMAN, L. (Ed.). Elements of Grammar. Dordrecht: Kluwer, 1997. p. 281-337. DOI: https://doi.org/10.1007/978-94-011-5420-8

ROSA, M. C. Introdução à morfologia. São Paulo: Contexto, 2000.

SANTOS, Ana Lucia; LOPES, Ruth. Primeiros passos na aquisição da sintaxe: direcionalidade, movimento do verbo e flexão. In: FREITAS, Maria João; SANTOS, Ana Lúcia (Ed.). Aquisição de língua materna e não materna: questões gerais e dados do português. Berlin: Language Science Press, 2017. p. 121-154.

TEIXEIRA, Luciana. A delimitação do adjetivo como categoria lexical na aquisição da linguagem: um estudo experimental no Português Brasileiro. Veredas, Juiz de Fora, v. 13, n. 1, p. 36-56, 2009.

TEIXEIRA, Luciana; CORRÊA, Letícia. Pistas morfológicas e sintáticas na delimitação de adjetivos em relações predicativas e de adjunção na aquisição do PB. Revista da Abralin, v. 7, n. 2, p. 43-63, jul./dez. 2008.

WAXMAN, S.R. Specifying the scope of 13-month-olds’ expectations for novel words. Cognition, [S.l.], v. 70, n. 3, B35-B50. 1999




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.27.2.911-933

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2019 Cristina de Souza Prim

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional    

Image result for fapemig

Grant #APL-00427-17 (2018-2019)