Deslocamento forçado e permanência vigiada, território e fronteira: metáforas de espaço na representação da situação de rua na Folha de S. Paulo / Forced displacement and guarded permanence, territory and frontier: metaphors of space in the representation of homelessness in Folha de S. Paulo

Viviane de Melo Resende

Abstract


 

Resumo: Este artigo apresenta resultados de projeto de pesquisa que objetivou identificar representações no jornalismo online a respeito de ações e políticas públicas voltadas à população em situação de rua. A pesquisa, realizada no âmbito dos estudos críticos do discurso (VAN DIJK, 2009; FAIRCLOUGH, 2010; VIEIRA; RESENDE, 2016) e da análise interdiscursiva de políticas públicas (RESENDE, 2018; FISCHER, 2016), considerou a Folha de S. Paulo (em sua plataforma digital, em folha.uol.com.br) para compor um corpus abrangente das notícias publicadas sobre a população em situação de rua em um período de três anos. A composição do corpus considerou as palavras-chave ‘(morador)(a)(es)+(de rua)’, ‘(pessoas)(população)+(em situação)/(de rua)’, aplicadas ao buscador do veículo jornalístico. A categoria analítica que orientou o mapeamento dos dados no software NVivo foi a metáfora (CHARTERIS-BLACK, 2004). Neste recorte, o foco específico são metáforas espaciais utilizadas para representar os deslocamentos e permanências da população em situação de rua na cidade em textos tratando de ações e políticas públicas. As análises apontaram que sentidos metafóricos nesse corpus têm efeito de justificativa para ações e políticas públicas desumanizantes da população em situação de rua.

Palavras-chave: população em situação de rua; jornalismo online; metáfora espacial; ação e política pública.

Abstract: This paper presents results of a research project aimed to identify representations in online journalism regarding actions and public policies towards the homeless population. The research, carried out within the context of critical discourse studies (VAN DIJK, 2009, FAIRCLOUGH, 2010, VIEIRA; RESENDE, 2016) and the interdiscursive analyses of public policies (RESENDE, 2018; FISCHER, 2016), considered Folha de S. Paulo (in its digital platform), to compose a comprehensive corpus of the published news about the homeless population in a period of three years. The composition of the corpus considered the Portuguese language keywords ‘(morador)(a)(es)+(de rua)’, ‘(pessoas)(população)+(em situação)/(de rua)’ applied to the journalistic vehicle search tool. Metaphor (CHARTERIS-BLACK, 2004) was the analytical category that guided the mapping of data in NVivo software. In this paper, the specific focus are metaphors used to represent the displacements and permanences of the homeless population in the city, in texts thematizing actions and public policies. The analyzes pointed out that metaphorical meanings in this corpus have a justification effect for dehumanizing actions and public policies aimed at the homeless population.

Keywords: homeless population; online journalism; spatial metaphor; action and public policy.

[1] Projeto “Suprimido para revisão cega” (xxxx xxxx.xxxx/xxxx-xx).


Keywords


população em situação de rua; jornalismo online; metáfora espacial; ação e política pública; homeless population; online journalism; spatial metaphor; action and public policy.

References


ACOSTA, M. P. T. Metáfora como categoria epistemológica e analítica. In: RESENDE, V. M.; ARAÚJO, C. L. (Org.). Discurso e pobreza. Campinas: Pontes, 2018. p. 13-44.

ÁVILLA, H.; MOLINA, L. A situação de rua como problemática social estrutural nas cidades. In: RESENDE, V. M.; SILVA, R. B. (org.). Diálogos sobre mobilização e políticas públicas: academia e movimentos sociais. Campinas: Pontes, 2017. p. 59-86.

BHASKAR, R. Societies. In: ARCHER, M. et al. (org.). Critical Realism. Essencial readings. London: Routledge, 1998. p. 206-257.

CALDEIRA, T. P. R. Cidade de muros: crime, segregação e cidadania em São Paulo. São Paulo: Editora 34; EdUSP, 2004.

CAMERON, L. J.; STELMA, J. H. Metaphor clusters in discourse. Journal of Applied Linguistics, Oxford, v. 1, n. 2, p. 107-136, 2004. Doi: https://doi.org/10.1558/japl.2004.1.2.107

CHARTERIS-BLACK, J. Corpus Approaches for Critical Metaphor Analysis. London: Palgrave, 2004. Doi: https://doi.org/10.1057/9780230000612

COWAN, J.; FEUCHT-HAVIAR, J. Prefácio. In: SACKS, S. (org.). Da metáfora. Campinas: EDUC; Pontes, 1992.

DANCYGIER, B. Figurativeness, Conceptual Metaphor, and Blending. In: SEMINO, E; DEMJÉN, Z. The Routledge Handbook of Metaphor and Language. London: Routledge, 2016. p. 28-41.

DELGADO, M. El espacio público como ideología. Madrid: Catarata, 2015.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Brasília: Editora UnB, 2001.

FAIRCLOUGH, N. Analysing Discourse: Textual Analysis for Social Research. London: Routledge, 2003. Doi: https://doi.org/10.4324/9780203697078

FAIRCLOUGH, N. Critical Discourse Analysis: The Critical Study of Language. 2. ed. New York: Longman, 2010.

GARNIER, J. P. Contra los espacios del poder. Barcelona: Virus, 2006.

LAKOFF, G.; JOHNSON, M. Metaphors We Live By. Chicago: The University of Chicago Press, 1980.

LI, Wei. Rethinking Critical Metaphor Analysis. International Journal of English Linguistics, Ontário, v. 6, n. 2, p. 92-96, 2016. Doi: https://doi.org/10.5539/ijel.v6n2p92

MASSEY, D. Concepts of Space and Power in Theory and in Political Practice. Documents d’Anàlisi Geogràfica, Girona; Barcelona, Espanha. v. 55, p. 15-26, 2009.

MENDES, P. H. A.; NASCIMENTO, M. Análise do processamento metafórico no discurso: metáforas da crise econômica e da corrupção política. Scripta, Belo Horizonte, v. 14, n. 26, p. 89-106, 2010.

MONTECINO, L. (org.). Memorias de la calle. Santiago do Chile: Editorial Cuarto Propio, 2018.

NAKANO, K.; MALTA CAMPOS, C.; ROLNIK, R. Dinâmica dos subespaços na área central de São Paulo. In: COMIN, A. A.; SOMEKH, N. (org.). Caminhos para o centro. São Paulo: PMSP; Cebrap; CEM, 2004. p. 123-158.

PARDO ABRIL, N. G. Cómo hacer análisis crítico del discurso. Bogotá: Universidad Nacional de Colômbia, 2007.

PARDO ABRIL, N. G. Qué nos dicen? Qué vemos? Qué es pobreza?. Bogotá: Universidad Nacional de Colômbia, 2008.

PARDO, M. L. Latin-American Discourse Studies: State of the Art and New Perspectives. Journal of Multicultural Discourses, [S.l.], v. 5, n. 3, p. 183-192, 2010. Doi: https://doi.org/10.1080/17447143.2010.508526

PASCALE, C-M. (org.). Social Inequality & the Politics of Representation: A Global Landscape. London: Sage, 2013.

RAMALHO, I. S.; RESENDE, V. M. O caso Edvan Lima e a corporeidade de pessoas em situação de rua em casos de violência: análise de dados do jornal Correioweb. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, v. 60, n. 3, p. 808-827, 2018. Doi: https://doi.org/10.20396/cel.v60i3.8652150

RESENDE, V. M. Representação de pessoas em situação de rua no jornalismo on-line: quais são as vozes convocadas para falar sobre a situação de rua? Revista de Estudos da Linguagem, Belo Horizonte, v. 26, n.3, p. 955-988, 2016. Doi: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.24.3.955-988

RESENDE, V. M. Reflexões teóricas e epistemológicas quase excessivas de uma analista obstinada. In: RESENDE, V. M; REGIS, J. F. (org.). Outras perspectivas em análise de discurso crítica. Campinas: Pontes, 2017. p. 11-52.

RESENDE, V. M. Análise interdiscursiva de políticas públicas. Reflexão epistemológica. Revista Ámbitos, Sevilha, v. 39, p. 57-70, 2018.

RESENDE, V. M.; GOMES, M. C. A. Representação da situação de rua no jornalismo eletrônico em textos verbo-visuais – a violência em discurso no Correio Braziliense (2011-2013). Linguagem em (Dis)curso, Tubarão, SC, v. 18, n. 1, p. 165-191, 2018. Doi: https://doi.org/10.1590/1982-4017-180110-8117

RESENDE, V. M.; MENDONÇA, D. G. População em situação de rua e políticas públicas: representações na Folha de São Paulo. Revista DELTA, São Paulo. No prelo. Aceito para publicação.

RESENDE, V. M.; RAMALHO, I. S. Representação midiática da violação de direitos e da violência contra pessoas em situação de rua no Correio Web. Calidoscópio, São Leopoldo, RS, v. 15, n. 3, p. 529-541, 2017. Doi: https://doi.org/10.4013/cld.2017.153.11

ROLNIK, R. Guerra dos lugares: a colonização da terra e da moradia na era das finanças. São Paulo: Boitempo, 2016.

SALDANHA, A. Power-Geometry as Philosophy of Space. In: FEATHERSTONE, D.; PAINTER, J. (ed.). Spatial Politics: Essays for Doreen Massey. Oxford: Wiley-Blackwell, 2013. p. 44-55. Doi: https://doi.org/10.1002/9781118278857.ch3

SANTOS, M. Por uma outra globalização. São Paulo: Record, 2006.

SEGATO, R. En busca de un léxico para teorizar la experiencia territorial contemporânea. Politika. Revista de Ciencias Sociales, España, v. 2, p. 129-148, 2006.

SMITH, N. La nueva frontera urbana: ciudad revanchista y gentrificación. Madrid: Traficantes de Sueños, 2012.

SOUZA, C. Políticas públicas: uma revisão de literatura. Sociologias, Porto Alegre, v. 8, n. 16, p. 20-45, 2006. Doi: https://doi.org/10.1590/S1517-45222006000200003

VAN DIJK, T. Critical discourse analysis. In: TANNEN, D.; SCHIFFRIN, D.; HAMILTON, H. (org.). Handbook of Discourse Analysis. Oxford: Blackwell, 2001. p. 352-371.

VAN DIJK, T. Nuevo racismo y noticias: un enfoque discursivo. In: NASH, M.; TELLO, R.; BENACH, N. (org.). Inmigración, género y espacios urbanos. Los retos de la diversidad. Barcelona: Edicions Bellaterra, 2005. p. 33-55.

VAN DIJK, T. A. Society and Discourse. How Social Contexts Influence Text and Talk. Cambridge: Cambridge University Press, 2009. Doi: https://doi.org/10.1017/CBO9780511575273

VAN DIJK, T. A. Discourse-Cognition-Society. Current State and Prospects of the Socio-Cognitive Approach to Discourse. In: HART, C.; CAP, P. (org.). Contemporary Critical Discourse Studies. London; New York: Bloomsbury, 2014. p. 121-146.

VIEIRA, V. C.; RESENDE, V. M. Análise de discurso (para a) crítica: o texto como material de pesquisa. Campinas: Pontes, 2016.

WACQUANT, L. Os condenados da cidade. Rio de Janeiro: Revan, 2005.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2019 Viviane de Melo Resende

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional