Efeitos de identificação imaginária com a língua inglesa em recortes de depoimentos sobre a formação universitária / Efects of imaginary identification with the English language in excerpts of open responses about university education

Maralice de Souza Neves

Abstract


Resumo: O objetivo deste artigo é analisar e discutir, a partir de questões relacionadas ao inglês como lingua franca (ILF) apresentadas por autores da área de Linguística Aplicada (GIMENEZ et al, 2011, 2015; RAJAGOPALAN, 2011; SEIDLHOFER, 2003; WIDDOWSON, 1994), recortes de dizeres de quatro estudantes de Letras da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP sobre suas relações com a língua inglesa em sua formação e para sua futura profissionalização. O corpus foi produzido por meio de depoimentos abertos para um estudo de caso, conforme a proposta metodológica do projeto AREDA – Análise de ressonâncias discursivas em depoimentos abertos (SERRANI, 2001). As análises foram pautadas em teorias do discurso das linhas francesa e brasileira que têm na concepção de sujeito o atravessamento da psicanálise (GHIRALDELO, 2009; GRIGOLETTO, 2008, 2009; PÊCHEUX, 2002), e na própria psicanálise de orientação lacaniana (LACAN 2009, 1998, 1985; PRASSE, 1997; REVUZ, 1998). Para este estudo, foram pinçados dois efeitos de identificação imaginários (NEVES, 2004), que ressoaram como regulares nos dizeres dos depoentes. O primeiro é o da identificação com a concepção da língua inglesa (LI) como commodity, via a imagem que eles fazem do inglês como ILF, usada como instrumento para as pessoas se comunicarem em situações de trabalho e turismo enquanto, para si, é a língua que desejam possuir em seu processo de formação e certificação profissional. O segundo é o efeito da universitarização por meio do processo de implicação e sobreimplicação institucional (LOURAU, 2004; MONCEAU, 2008) que resultam numa formação acadêmica universitária para se autoalimentar.

Palavras-chave: ensino e aprendizagem de línguas; formação de professores; ILF; implicação; universitarização.

Abstract: The aim of this article is to analyse and discuss excerpts of discourse spoken by four students from the Language Department of Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – USP –, concerning their relationship with their education to become professionals of English teaching. The analyses are related to certain matters concerning English as a lingua franca (ELF) in teaching and researching in Applied Linguistics (GIMENEZ et al, 2011, 2015; RAJAGOPALAN, 2011; SEIDLHOFER, 2003; WIDDOWSON, 1994). The corpus was elicited from open responses for a case study that followed project AREDA (Analysis of Discursive Resonances of Open Responses) methodology (SERRANI, 2001). The analyzes were based on French and Brazilian theories of discourse that take the intersection of psychoanalysis in their conception of the subject (GHIRALDELO, 2009; GRIGOLETTO, 2008, 2009; PÊCHEUX, 2002), and on Lacanian psychoanalyses itself (LACAN 2009, 1998, 1985; PRASSE, 1997; REVUZ, 1998). For this study, two effects of imaginary identification (NEVES, 2004) that resonated as regular were singled out. The first one is the identification with the conception of EL as commodity, based on the image they make of ELF used as an instrument for people to communicate at work and tourism. As for themselves, this is the language they desire to possess in their process of educational and professional certification. The second one is the effect of “universitarization” by the process of implication and overimplication (LOURAU, 2004; MONCEAU, 2008) which results in an academic-universitarian education to feed itself.

Keywords: EFL teaching and learning; teacher education; ELF; implication; universitarization.


Keywords


ensino e aprendizagem de línguas; formação de professores; ILF; implicação; universitarização; EFL teaching and learning; teacher education; ELF; implication; universitarization.

References


AUTHIER. J. Palavras incertas: as não-coincidências do dizer. Campinas: Editora da Unicamp, 1998.

AUTHIER. J. Entre a transparência e a opacidade. Porto Alegre: EDPUCRS, 2004.

GHIRALDELO, C. M. Imagens da identidade nacional em discursos sobre a língua portuguesa do Brasil. In: BERTOLDO, E. S. Ensino e aprendizagem de línguas e a formação do professor: perspectivas discursivas. São Carlos: Editora Claraluz, 2009. p. 25-49.

GIMENEZ, T.; CALVO, L. C. S.; EL KADRI, M. S. Inglês como lingua franca: ensino-aprendizagem e formação de professores. Campinas: Pontes, 2011.

GIMENEZ, T.; PORFIRIO, L.; El KADRI, M. S.; CALVO, L. C. S.; SIQUEIRA, D. S. P. Inglês como língua franca: desenvolvimentos recentes. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, Belo Horizonte, v. 15, n. 3, p. 593-619, 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/1984-639820157010

GRIGOLETTO, M. Entremeios da análise do discurso: os desafios dos novos objetos. In: SARGENTINI, V.; GREGOLIN, M. R. (Org.). Análise do Discurso: heranças, métodos e objetos. São Carlos: Claraluz, 2008. p. 49-58.

GRIGOLETTO, M. Language and the Media: Discourses about the English Language in the Media. Polifonia, Cuiabá, v. 16, n. 19, p. 81-101, 2009.

HELLER, M. The Commodification of Language. Annual Review of Anthropology, Atherton, CA, n. 39, p. 101-114, 2010. DOI: https://doi.org/10.1146/annurev.anthro.012809.104951

HELLER, M.; BOUTET, J. Vers de nouvelles formes de pouvoir langagier? Langue(s) et identité dans la nouvelle economie. Language et Société, Paris, n. 118, p. 5-16, 2006. DOI: https://doi.org/10.3917/ls.118.0005

LACAN, J. O Seminário livro 18: de um discurso que não fosse semblante. Rio de Janeiro: Zahar, 2009.

LACAN, J. O Seminário livro 20: mais, ainda. Tradução de M. D. Magno. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

LACAN, J. Escritos. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

LOURAU, R. Implicação e sobreimplicação. Tradução de Ana Paula Jesus de Melo. In: ALTOÉ, S. (org.). René Lourau: analista institucional em tempo integral. São Paulo: Editora Hucitec, 2004. p. 186-198.

LOURAU, R. Uma apresentação da análise institucional. Tradução de Paulo Schneider. In: ALTOÉ, S. (org.) René Lourau: analista institucional em tempo integral. São Paulo: Editora Hucitec, 2004. p. 128-139.

MONCEAU, G. Implicação, sobreimplicação e implicação profissional. Fractal Revista de Psicologia, Niterói, v. 20, n. 1, p. 19-26, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S1984-02922008000100007

NEVES, M. S. Processo discursivo e subjetividade na avaliação (inglês) no ensino universitário. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, v. 2, n. 43, p. 249-264, 2004. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-18132004000200004

PÊCHEUX, O discurso: estrutura ou acontecimento. Tradução de Eni. P. Orlandi. 3. ed. Campinas: Pontes, 2002.

PRASSE, J. O desejo das línguas estrangeiras. Revista Internacional, Rio de Janeiro, Paris, Nova York, Buenos Aires, n. 1, p. 63-73, 1997.

RAJAGOPALAN, K. O “World-English” – um fenômeno muito mal compreendido. In: GIMENEZ, T.; CALVO, L. C. S.; EL KADRI, M. S. (org.). Inglês como língua franca: ensino-aprendizagem e formação de professores. Campinas: Pontes, 2011. p. 45-58.

REVUZ, C. A língua estrangeira entre o desejo de um outro lugar e o risco do exílio. Tradução de Silvana Serrani. In: SIGNORINI, I. (org.). Lingua(gem) e identidade. Campinas: Mercado de Letras, 1998. p. 203-220.

SEIDLHOFER, B. The Global Spread of English. In: SEIDLHOFER, B (org.). Controversies in Applied Linguistics. Oxford: Oxford University Press, 2003. p. 7-75.

SEIDLHOFER, B. Understanding English as a Lingua Franca. Oxford: Oxford University Press, 2011.

SERRANI, S. Resonancias discursivas y cortesía en prácticas de lecto-escritura. D.E.L.T.A., São Paulo, v. 17, n. 1, p. 31-58, 2001. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-44502001000100002

TUPAS, R. The Unequal Production of Knowledge in the Sociolinguistics of Englishes. In: MARLINA, R.; GIRI, R. A. (org.). The pedagogy of English as an International Language – Perspectives from Scholars, Teachers and Students. New York, NY: Springer, 2014. p. 159-174. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-319-06127-6_11

WIDDOWSON, H. The Ownership of English. TESOL Quarterly, [S.l.], v. 28, p. 377-388, 1994. DOI: https://doi.org/10.2307/3587438




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.0.0.%25p

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2020 Maralice de Souza Neves

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional