A construção lexical SNLoc atributiva em uso no Português Contemporâneo

Milena Torres de Aguiar

Abstract


Apoiados na Linguística Funcional Centrada no Uso, buscamos investigar a construção SNLoc atributiva no Português Contemporâneo. Através de uma pesquisa pancrônica, valemo-nos do Corpus do Português para analisar as sincronias passadas e do Corpus Discurso & Gramática para os usos do século XX. Realizamos um estudo prioritariamente qualitativo a fim de comprovar a hipótese de que SNLoc atributiva é resultante de construcionalização lexical a partir dos arranjos SNLoc dêiticos. A mudança linguística se inicia em contextos atípicos, nos usos dêiticos físicos e catafóricos; e, através de usos dêiticos anafóricos e virtuais, que configuram contextos críticos, chega-se à construção SNLoc atributiva, em um contexto de isolamento. Nessa construção há a cliticização do locativo, que se entrincheira ao SN, formando um novo esquema construcional, no nível do léxico. Assim, o locativo unido ao SN assume um sentido de imprecisão, distinto do original, e juntos constituem a construção híbrida SNLoc atributiva, um novo par forma e sentido, um esquema de tipo endocêntrico, complexo, produtivo e parcialmente composicional. A macroconstrução SNLoc atributiva, que tem uso recorrente no português contemporâneo, através de construtos de microconstruções, motivados por contextos semântico-pragmáticos específicos, tem produtividade maior na modalidade falada e em sequências de fundo narrativo.


Keywords


Sintagma Nominal; Locativo; Construção Atributiva; Linguística Funcional Centrada no Uso

References


AGUIAR, M. T. de. A construcionalização lexical SNLoc atributiva e sua instanciação no português. 2015. 213f. Tese (Doutorado em Estudos de Linguagem) – Instituto de Letras, Universidade Federal Fluminense, 2015.

AGUIAR, M. T. de. Os contextos de mudança de SNLoc atributiva: um estudo de construcionalização lexical no Português. Gragoatá, Niterói, v. 25, n. 52, p. 712-735, 2020.

BATORÉO, H. Expressão do espaço no português europeu: contributo psicolinguístico para o estudo da linguagem e cognição. Coimbra: Fundação Calouste Gulbenkian, 2000.

BYBEE J. L. Chunking and degrees of autonomy. In: Language, usage, and cognition. Cambridge, UK: CUP, 2010

CROFT, W. Radical Construction Grammar. Syntactic Theory in Typological Perspective. New York: Oxford University Press, 2001.

DIEWALD, G. A model for relevant types of contexts in grammaticalization. In: New reflections on grammaticalization, ed. by Ilse Wischer and Gabriele Diewald. Amsterdam: John Benjamins, 2002.

CUNHA, M. A. F., M. A.; COSTA, M.; CEZARIO, M. M. Pressupostos teóricos fundamentais. In: Linguística funcional: teoria e prática. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

CUNHA, M. A. F. da; BISPO, E. B.; SILVA, J. R. Linguística funcional centrada no uso. In: CEZARIO, M. M.; CUNHA, M. A. F. da. (Org.). Linguística centrada no uso: uma homenagem a Mário Martelotta. Rio de Janeiro: Mauad: FAPERJ, 2013. p. 13-39.

GOLDBERG, A. E. Constructions: a Construction Grammar Approach to Argument Structure. London: The University of Chicago Press, 1995.

NUNBERG, G.; SAG, I.A.; WASOW, T. Idioms. Language 70, 1994.

PERINI, M. A. Gramática do Português Brasileiro. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

TAYLOR, John R. Linguistic categorization: prototypes in linguistic theory. United States: Oxford University Press, 1995.

TRAUGOTT, E. C. Grammaticalization, constructions and incremental development of language: suggestions from the development of Degree Modifiers in English. In: ECKARDT, Regine; JÄGER, Gerhard and VEENSTRA, Tonjes (eds.). Variation, Selection, Development – Probing the Evolutionary Model of Language Change. Berlin/New York: Mouton de Gruyter, 2008.

TRAUGOTT, E. C. & TROUSDALE, G. Constructionalization and Constructional Change. Oxford University Press: Oxford, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.0.0.%25p

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2021 Milena Torres de Aguiar

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional