Análise dos conectores COM O OBJETIVO DE e COM O INTUITO DE à luz da Linguística Funcional Centrada no Uso

Ivo da Costa do Rosário, Brenda da Silva Souza

Abstract


Sob o escopo teórico-metodológico da Linguística Funcional Centrada no Uso, o presente trabalho objetiva analisar as principais propriedades morfossintáticas e semântico-pragmáticas das microconstruções conectoras com o objetivo de e com o intuito de. A coleta de dados foi realizada nos corpora de modalidade escrita do português brasileiro contemporâneo, organizados pelo Núcleo de Pesquisa em Abordagem Construcional da Gramática e Tradução (NUPACT), da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Por meio de uma análise prioritariamente qualitativa, os resultados indicam que, apesar de não estarem previstas nas principais gramáticas tradicionais, ambas as microconstruções atuam como conectores que veiculam a noção de finalidade em orações não finitas. Nessas orações, por sua vez, a posição dos conectores implica diferentes valores discursivo-pragmáticos. As microconstruções com o objetivo de e com o intuito de são formadas a partir dos processos de neoanálise e de analogização (TRAUGOTT; TROUSDALE, 2013). Além disso, os dados investigados revelam que ambas podem ser consideradas aloconstruções, já que são atestadas em um quadro de variação construcional (cf. PEREK, 2015).


Keywords


conectores; finalidade; Linguística Funcional Centrada no Uso.

References


AUTOR, 2016

AUTOR, 2018

AUTOR, 2020a

AUTOR, 2020b

BECHARA, Evanildo. Gramática Escolar da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Lucerna, 2003.

BYBEE, Joan. Frequency of Use and the Organization of Language. Oxford: University Press, 2007.

CROFT, William. Radical construction grammar: syntactic theory in typological perspective. Oxford: Oxford University Press, 2001.

CUNHA LACERDA, P. F. A.; FURTADO DA CUNHA, M, A. Gramática de construções: princípios básicos e contribuições. In: OLIVEIRA, M. R.; CEZARIO, M. M.. (Orgs.). Funcionalismo linguístico: diálogos e vertentes. 1.ª ed., Niterói: Eduff, 2017, p. 17-46.

DECAT, M. B.N. A articulação hipotática adverbial no português em uso. In:______ et al. (Org.) Aspectos da Gramática do Português: uma abordagem funcionalista. Campinas: Mercado das Letras, 2001.

DIAS, Nilza Barrozo. As cláusulas de finalidade. Tese de doutoramento. Campinas, Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, 2002.

FURTADO DA CUNHA, Maria Angélica; BISPO, Edvaldo Balduíno; SILVA, José Romerito. Linguística Funcional Centrada no Uso: conceitos básicos e categorias analíticas. In: CEZARIO, Maria Maura; CUNHA, Maria Angélica Furtado (Orgs.). Linguística centrada no uso: uma homenagem a Mário Martelotta. Rio de Janeiro: Mauad - Faperj, 2013, p.13-39.

GIVÓN, Talmy. Inter-clausal connections and discourse coherence. In: ____ English Grammar: a function-based introduction. Vol. 1. John Benjamins Publishing Company. Amsterdam/Philadelphia. 1993.

GOLDBERG, Adele. Constructions at work: the nature of generalization in language. Oxford: Oxford University Press, 2006.

HENRIQUES, Claudio Cesar. Sintaxe Portuguesa para a linguagem culta contemporânea. Rio de Janeiro: Oficina do Autor, 2003.

HILPERT, Martin. Construction Grammar and its application to English. Edinburgh: Edinburgh University Press, 2014.

HOPPER, Paul J. 1991. On some principles of grammaticization. In: TRAUGOTT, Elizabeth; HEINE, Bernd (org) Approaches to grammaticalization. Vol I. Focus on theoretical and methodological issues, Amsterdam: John Benjamins.

HOPPER, Paul; TRAUGOTT, Elisabeth Closs. Grammaticalization. Cambridge: Cambridge University Press, 1997.

ILARI, Rodolfo; CASTILHO, Ataliba T.; LEITÃO, Maria Lúcia; KLEPPA, Lou-Ann; BASSO, Renato Miguel. A preposição. In: ILARI, Rodolfo (Org.) Gramática do Português Culto Falado no Brasil: Palavras de classe fechada. São Paulo: Contexto, 2015.

KURY, Adriano da Gama. Novas Lições de Análise Sintática. São Paulo: Ática, 2003.

LANGACKER, Ronald W. Syntactic reanalysis. In Li, ed. 57–139, 1977.

LANGACKER, Ronald W. Complex Sentences. In: _____. Cognitive Grammar – a basic introduction. Oxford University Press, 2008.

LEHMANN, Christian. Towards a typology of clause linkage. In: HAIMAN, John; THOMPSON, Sandra A. Clause combining in grammar and discourse. Amsterdam: John Benjamins Publishing, 1988.

LUFT, Celso Pedro. Moderna Gramática Brasileira. São Paulo: Globo, 2000.

MARCHON, Amanda Heiderich. As teias da argumentação: um estudo sintático-discursivo da hipotaxe circunstancial. Tese (Doutorado em Letras Vernáculas). Rio de Janeiro: UFRJ/Faculdade de Letras, 2017.

MELO, Gladstone Chaves de. Gramática Fundamental da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 2001.

NOVO, Idrissa Ribeiro. Análise funcional das microconstruções conectoras substitutivas em lugar de, em vez de e ao invés de: um estudo pancrônico. Tese (doutorado). Universidade Federal Fluminense, Niterói – RJ, 2020.

PEREK, Florent. Argument structure in usage-based construction grammar: Experimental and corpus-based perspectives. Amsterdam: John Benjamins, 2015.

RIBEIRO, Manoel Pinto. Nova Gramática Aplicada da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Metáfora, 2004.

ROCHA LIMA, Carlos Henrique da. Gramática Normativa da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: José Olympio, 1999.

THOMPSON, Sandra A. & LONGRACE, Robert E. Adverbial clauses. In: SHOPEN, Timothy (ed.). Language typology and syntactic description: complex constructions. v. II. Cambridge: Cambridge University, 1985.

TRAUGOTT, Elizabeth Closs; DASHER, Richard. 2005. Regularity in semantic change. Cambridge: Cambridge University Press.

TRAUGOTT, Elizabeth Closs; TROUSDALE, Graeme. Constructionalization and constructional changes. Oxford: Oxford University Press, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.0.0.%25p

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2021 Ivo da Costa do Rosário, Brenda da Silva Souza

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional