Contribuições da fonologia de uso e da teoria dos exemplares para o estudo da monotongação

Carine Haupt

Abstract


Apresentamos um estudo sobre o fenômeno da monotongaçãodos ditongos decrescentes [aI9,eI9,oI9,uI9] em sílabas abertas efechadas na fala dos florianopolitanos com base nas entrevistas dobanco de dados do VARSUL. Baseados na Fonologia de Uso e naTeoria de Exemplares, analisamos quantitativamente as ocorrênciasde monotongação, com o objetivo de verificar os efeitos dafrequência de uso no fenômeno. Os nossos resultados apontampara dois efeitos da frequência de ocorrência: i) de processamento,resultando no apagamento da semivogal em palavras muitofrequentes, até em alguns contextos desfavoráveis; ii) dearmazenamento, que age em formas gramaticais irregulares comalta frequência no sentido de preservação do ditongo. Os fatoreslinguísticos, tais como tonicidade, extensão do vocábulo, estãoatrelados ao fator palavra, corroborando um dos princípios daFonologia de Uso, que dá à palavra o status de lócus da análise.

Keywords


Monotongação; Fonologia de uso; Frequência de ocorrência; Exemplares

References


AMARAL, M P. Ditongos variáveis no sul do Brasil. Letras de Hoje. Porto Alegre, v. 40, n. 3, p. 101-106, set. 2005.

ARAÚJO, M. F. R. A alternância de [eI9]~[e] no português falado na cidade de Caxias, Maranhão. 1999. 138f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Instituto de Estudos de Linguagem, Unicamp, Campinas, 1999.

BRESCANCINI, C. A palatalização da fricativa alveolar não morfêmica em posição de coda no português falado em três regiões de influência açoriana no município de Florianópolis. 1996. 219 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Linguística) – Centro de Comunicação e Expressão, UFSC, Florianópolis, 1996.

BRESCANCINI, C. A redução de ditongos decrescentes seguidos por fricativa em coda no açoriano-catarinense. In: BISOL, Leda; COLLISCHONN, Gisela (Org.). Português do sul do Brasil: variação fonológica. Porto Alegre: Edipucrs, 2009. p. 34-49.

BYBEE, J. Phonology and language use. Cambridge University Press, 2001. 238p.

BYBEE, J. Mechanisms of change in grammaticization: the role of frequency. In: JOSEF, B. D.; JANDA, J. (Ed.). The handbook of Historical Linguistic. Oxford: Blackwell, 2003. p. 603-623.

BYBEE, J. Word frequency and context of use in the lexical diffusion of phonetically conditioned sound change. Language Variation and Change. Cambridge University Press, n. 14, p. 261-290, 2002.

CABREIRA, S. H. A monotongação dos ditongos orais decrescentes em Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. 1996. 115f. Dissertação (Mestrado em Letras (Linguística Aplicada)). PUC/RS, Porto Alegre, 1996.

CRISTÓFARO-SILVA, Thaïs. A aquisição de padrões sonoros variáveis. Letras de Hoje. Porto Alegre, v. 39, n. 3, p. 101-110, set. 2004.

CRISTÓFARO-SILVA, Thaïs; GRECO, Amana. Representações fonológicas: contribuição da oralidade e da escrita. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 45, n. 1, p. 87-93, jan/mar, 2010.

HAUPT, C. Sibilantes coronais – o processo de palatalização e a ditongação em sílabas travadas na fala de florianopolitanos nativos: uma análise baseada na fonologia da geometria de traços. 2006. 111f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Programa de Pós-Graduação em Linguística, UFSC, Florianópolis, 2006.

HOOPER, J. B. An introduction to natural generative phonology. New York: Academic Press, 1976. 254p.

JOHNSON, K. The auditory/perceptual basis for speech segmentation. OSU Working Papers in Linguistic, n. 50, p. 101-113, 1997.

LABOV, W. Sociolinguistic pattern. Philadelphia, PA: University of Pensilvania Press, 1972. 362p.

LOPES, R. A realização variável dos ditongos /ow/ e /ej/ no português falado em Altamira/PA. 2002. 97 f. Dissertação (Curso de Pós-Graduação em Letras/Mestrado em Linguística) – Centro de Letras e Artes, UFP, Belém, 2002.

PAIVA, M. C. A. Supressão das semivogais nos ditongos crescentes. In: SILVA, G. M. de O.; SCHERRE, M. M. P. (Ed.). Padrões sociolinguísticos: análise de fenômenos variáveis na cidade do Rio de Janeiro. Departamento de Linguística e Filologia da UFRJ. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996. p. 219-333.

PAIVA, M. C. A. O percurso da monotongação [ey]: observações no tempo real. In: PAIVA, M. C.; DUARTE, M. E. (Ed.). Mudança linguística em tempo real. 2003. p. 31-46.

PHILLIPS, B. Word Frequency and the Actuation of Sound Change. Language, v. 60, n. 2, p 320-342, jun. 1984.

PHILLIPS, B. Lexical diffusion, lexical frequency and lexical analysis. In: BYBBE, J., HOPPER, P. (Ed.). Frequency and the emergence of linguistic structure. John Benjamins Publishing, Co, 2001. p. 123-136.

PIERRENHUMBERT, J. Exemplar Dynamics: Word frequency, lenition and contrast. In BYBEE, J.; HOPPER, P. (Ed.). Frequency and the emergence of linguistic structure. Amsterdam: Benjamins, 2000. p. 123-136.

SILVA, F. S. O processo de monotongação em João Pessoa. In: HORA, D. da (Ed.). Estudos Sociolinguísticos: perfil de uma comunidade. Santa Maria: Palloti, 2004. p. 29-43.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.19.1.167-189

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c)



e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional    

Image result for fapemig

Grant #APL-00427-17 (2018-2019)