Contribuições da análise de discurso para a política pública de educação ambiental

Andrea Quirino de Luca, Suzy Maria Lagazzi

Abstract


Resumo: Esse artigo tem como perspectiva teórico-metodológica a Análise de Discurso de linha materialista. Seu objetivo é buscar historicidade e lugares de significação de documentos referenciais da política pública federal de Educação Ambiental e, assim, trazer contribuições da análise de discurso para a área de saber da educação ambiental. Os documentos analisados são o Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global, o Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA), e o Programa de Formação de Educadoras(es) Ambientais: por um Brasil educado e educando ambientalmente para a sustentabilidade (ProFEA). Procuramos dar visibilidade aos pré-construídos e condições de produção que sustentam esse discurso, e terminamos o trabalho apontando quais noções materialistas podem contribuir com a discussão e apropriação dos documentos da política pública de educação ambiental pelos coletivos que se relacionam com essa política.

Palavras-chave: Educação Ambiental; Política Pública de Educação Ambiental; Análise de Discurso.

Abstract: This article uses the materialistic conception of the Discourse Analysis as a theoretical and methodological perspective, based on authors such as Michel Pêcheux, Louis Althusser and Eni Orlandi, who are the authors that make up the conceptual framework of this field. The main goal of this article is to seek historicity and significance in federal documents of public policy for Environmental Education, thus bringing the discourse analysis to contribute to the area of environmental knowledge and education. The documents analyzed are the Treaty of Environmental Education for Sustainable Societies and Global Responsibility, the National Environmental Education Program (ProNEA), and the Environmental Educator Training Program: for an educated Brazil and educating for environmental sustainability (ProFEA). We have tried to give visibility to the pre-built and production conditions that sustain these discourses, and finished our work pointing out which materialistic notions can contribute to the discussion and appropriation of public policy documents on environmental education for groups that relate to this policy. Major brands and regularities found dealing with freedom and autonomy, and the contributions made relate to the notion of decentralization of the subject to understand how the discursive process takes place and its effects on production of subjectivity so as to affirm that the subject is not the source of his own speech.

Keywords: Environmental Education; Public Policy on Environmental Education; Discourse Analysis.


Keywords


Environmental Education; Public Policy on Environmental Education; Discourse Analysis.

References


ALTHUSSER, L. Materialismo histórico e materialismo dialético. Trad. Elisabete A. Pereira dos Santos. 2. ed. São Paulo: Global, 1986.

ALTHUSSER, L. Observação sobre uma categoria: “Processo sem sujeito nem fim(s)”. In: ALTHUSSER, L. Posições I. Rio de Janeiro: Graal, 1978.

BRASIL. ProNEA/Educação Ambiental por um Brasil Sustentável – ProNEA, Marcos Legais e Normativos. 4. ed. Brasília: Ministério do Meio Ambiente; Ministério da Educação, 2014.

Disponível em: http://www.mma.gov.br/publicacoes/educacao-ambiental/category/98-pronea. Acesso em: 21 mar. 2015.

BRASIL. ProFEA - Programa de formação de educadores(as) ambientais. Por um Brasil educado e educando ambientalmente para a sustentabilidade. Brasília: Ministério do Meio Ambiente/Diretoria de Educação Ambiental, 2006. Disponível em: http://www.cdcc.sc.usp.br/CESCAR/Material_Didatico/ProFEA.pdf. Acesso em: 21 mar. 2015.

BRASIL. Portfólio do Órgão Gestor da Política Nacional de Educação Ambiental. Brasília: Série Documentos Técnicos, n. 7, Brasília, DF, 2006.

BRASIL. ProNEA - Programa Nacional de Educação Ambiental. Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental; Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental. 3. ed. Brasília: MMA, DF, 2005. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/educacaoambiental/pronea3.pdf. Acesso em: 21 mar 2015.

COELHO, Eduardo Prado. Introdução a um pensamento cruel: estruturas, estruturalidades e estruturalismos. In: COELHO, E. P. (Org.). Estruturalismo - antologia de textos teóricos. Lisboa: Portugália, 1967.

HAROCHE, Claudine. Fazer dizer, querer dizer. Trad. Eni Pulcinelli Orlandi. São Paulo: Hucitec, 1992.

LAGAZZI, Suzy Maria. The social in scene in significant materiality. Acta Scientiarum – Language and Culture, Maringá, UEM, v. 32, n. 2, p. 153-161, 2010a.

LAGAZZI, Suzy Maria. O confronto político urbano administrado na instância jurídica. In: ORLANDI, E. P. (Org.). Discurso e políticas públicas urbanas - a fabricação do consenso. Campinas: RG, 2010b.

LAGAZZI-RODRIGUES, Suzy Maria. Texto e autoria. In: ORLANDI, E. P.; LAGAZZI- RODRIGUES, S. (Org.). Introdução às ciências da linguagem - Discurso e textualidade. Campinas: Pontes, 2006.

LAGAZZI-RODRIGUES, Suzy Maria. A discussão do sujeito no movimento do discurso. 1998. Tese (Doutorado) - Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP, 1998.

LUCA, Andrea Quirino. Uma análise de discurso da política pública federal de educação ambiental. 2013. Tese (Doutorado) - USP, São Paulo, 2013.

NAVES, Márcio B. Marxismo e direito – um estudo sobre Pachukanis. São Paulo: Boitempo, 2008.

ORLANDI, Eni, P. (Org.). Os sentidos de uma estátua: espaço, individuação, acontecimento e memória. Entremeios: Revista de Estudos do Discurso, Universidade do Vale do Sapucaí, v.1, n.1, jul. 2010a.

ORLANDI, Eni, P. Discurso e políticas públicas urbanas - a fabricação do consenso. Campinas: RG, 2010b.

ORLANDI, Eni, P. Discurso e Texto: formulação e circulação dos sentidos. 3. ed. Campinas: Pontes, 2008.

ORLANDI, Eni, P. Interpretação - autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. 5. ed. Campinas: Pontes, 2007.

ORLANDI, Eni, P. Análise de Discurso. In: ORLANDI, E. P.; LAGAZZI-RODRIGUES, S. (Org.). Introdução às ciências da linguagem - Discurso e textualidade. Campinas: Pontes, 2006.

ORLANDI, Eni, P. Cidade dos Sentidos. Campinas: Pontes, 2004.

ORLANDI, Eni, P. Análise de discurso - princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 1999.

PÊCHEUX, M. Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Trad. Eni P. Orlandi et al. 4. ed. Campinas: Unicamp, 2009.

PÊCHEUX, M. O discurso: estrutura ou acontecimento. Trad. Eni P. Orlandi. 5. ed. Campinas: Pontes, 2008.

RODRÍGUEZ-ALCALÁ, Carolina. Ambiência e linguagem na produção simbólica do espaço urbano: a distinção público/privado e a percepção do movimento. Atmosphäre und Sprache in der symbolischen Produktion des städtischen Raumes: die Unterscheidung öffentlich/privat und die Wahrnehmung von Bewegung. In: THIBAUD, J.-P.; KAZIG, R. Hg. (Éd.). Städtische Atmosphären. Bielefel: Bielefel (no prelo).

VIEZZER, Moema L. Somos Todos Aprendizes - Lembranças da construção do Tratado de Educação Ambiental. Paraná, Toledo, 2004. Disponível em: http://www.ecomarapendi.org.br/REBEA/Arquivos/aprendizes.htm Acesso em: 21 mar. 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.24.2.624-650

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2016 REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM



e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional    

Image result for fapemig

Grant #APL-00427-17 (2018-2019)