Do icônico ao simbólico. Estratégias para a construção do sentido

Carolina Lindenberg Lemos

Abstract


Resumo: Discutiremos neste artigo, por meio da análise de um texto-objeto, a construção concessiva da tensão a partir de elementos sutis e variações mínimas, mostrando assim que configurações discursivas diferentes e contra-intuitivas podem levar ao impacto. O contexto de um estudo aplicado nos permitirá ainda mostrar o proveito de usar as categorias tensivas para a análise tanto da expressão quanto do conteúdo, além do ganho de apreender os planos separadamente para fins de contraste. Para chegar a esses dois objetivos, analisaremos inicialmente o caminho que vai do icônico ao simbólico nos aspectos verbal, sonoro e visual. Isso nos levará a discutir a passagem do não saber ao saber no plano da enunciação. Enfim, trataremos do papel da figuratividade na construção tanto dos elementos narrativos quanto na apreensão dos valores. Ao apresentar uma estratégia de construção do impacto no texto e uma forma de conjugação das análises da expressão e do conteúdo, este artigo visa a criação de uma via mais explícita para a incorporação das categorias tensivas às aplicações práticas da teoria.

Palavras-chave: categorias tensivas; relação expressão-conteúdo; iconicidade; figuratividade; enunciação.

Abstract: We discuss here, by means of the analysis of a textual object, the concessive construction of tension arising from subtle elements and minimal variations. We thus show how different and counterintuitive discursive configurations may lead to the creation of impact. The context of an applied study will allow us to show the productiveness of using tensive categories to the analyses of both expression and content, as well as the gain of studying each plane separately so they can be contrasted afterwards. In order to reach these two objectives, we will initially analyze the path from iconic to symbolic in the verbal, sound and visual aspects. This will lead us to discuss the passage from the state of not knowing to that of knowing on the enunciation plane. Finally, we will deal with the role of figurativity in the construction of narrative elements as well as the apprehension of values. In presenting a strategy for the construction of impact in the text and a way to conjugate the analyses of the expression and the content planes, this article aims at the creation of a more explicit path to the incorporation of tensive categories into practical applications of the theory.

Keywords: Tensive Categories; Expression-Content Relation; Iconicity; Figurativity; Enunciation.


Keywords


Tensive Categories; Expression-Content Relation; Iconicity; Figurativity; Enunciation.

References


FONTANILLE, J.; ZILBERBERG, C. Tensão e significação. Tradução de Ivã Carlos Lopes, Luiz Tatit, Waldir Beividas. São Paulo: Discurso Editorial / Humanitas – FFLCH – USP, 2001.

GREIMAS, A. J.; COURTÉS, J. Dicionário de semiótica. Tradução de Alceu Dias Lima et al. São Paulo: Contexto, 2011.

GREIMAS, A. J.; FONTANILLE, J. Sémiotique des passions: des états de choses aux états d’âme. Paris: Seuil, 1991.

HJELMSLEV, L. Prolegômenos a uma teoria da linguagem. 2ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2003.

LA MONICA, P. Super Prices for Super Bowl Ads. CNN Money. 3 jan. 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2009.

LINDENBERG LEMOS, C. Condições semióticas da repetição. 2015. 233 f. Tese (Doutorado em Semiótica e Linguística Geral e Langues et Lettres) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo; Faculté de Philosophie et Lettres, Université de Liège, Liège (BE), 2015. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-09062015-111352/publico/2015_CarolinaLindenbergLemos_Vcorr.pdf. Acesso em: 11 mar. 2016.

LINDENBERG LEMOS, C. Entre expressões e conteúdos: do semissimbolismo às categorias tensivas. 2010. 109 f. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Linguística Geral) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-30042010-121008/publico/CAROLINA_LINDENBERG_LEMOS.pdf. Acesso em: 11 mar. 2016.

LINDENBERG LEMOS, C. Cognição e paixão na propaganda. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ESTUDOS SEMIÓTICOS, 3., 2007. Anais... Vitória: UFES, 2007.

MICHAELIS. Dicionário de Português Online. São Paulo: Melhoramentos. Disponível em: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php. Acesso em: 13 jul. 2015.

RAUGUST, K. Bud-Weis-Er: Computer-Generated Frogs and Lizards Give Bud a Boost. Animation World Magazine, Van Nuys, CA, issue. 3.7, out. 1998. Disponível em: http://www.awn.com/mag/issue3.7/3.7pages/3.7raugustbud.html. Acesso em: 19 mar. 2009.

TATIT, L. Semiótica da canção: melodia e letra. São Paulo: Escuta, 2007.

ZILBERBERG, C. Figure. In: GREIMAS, A. J.; COURTÉS, J. Sémiotique: dictionnaire raisonné de la théorie du langage. Paris: Hachette, 1986. Tomo II. p. 91-93.

ZILBERBERG, C. Síntese da Gramática Tensiva. Significação, São Paulo, n. 25, p. 163-204, 2006.

ZILBERBERG, C. Louvando o acontecimento. Tradução de Maria Lúcia Vissotto Paiva Diniz. Galáxia, PUC-SP, v. 1, n. 13, p. 13-28, 2007.

ZILBERBERG, C. Elementos de semiótica tensiva. São Paulo: Ateliê, 2011.

ZILBERBERG, C. La structure tensive suivi de Note sur la structure des paradigmes et de Sur la dualité de la poétique. Liège: PULg, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.24.2.602-623

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2016 REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM



e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional    

Image result for fapemig

Grant #APL-00427-17 (2018-2019)