O papel faz a diferença

Rosângela Borges Lima

Abstract


Este trabalho trata de algumas diferenças entre dois tipos de mensagens orais veiculadas pelo falante diante do público: mensagens improvisadas, em confronto com mensagens preparadas, e suas diferenças nos campos verbal e não-verbal.

References


CAMARA Jr., J. M. Manual de expressão oral e escrita. Rio de Janeiro: J. Ozon, 1972. v. 3, p. 28-29.

DAVIS, Flora. A comunicação não-verbal. Trad. Antônio Dimas. São Paulo: Summus, 1979. p. 38.

FLETCHER, Leon. Como falar como um profissional. Trad. Otávio Alves Velho. Rio de Janeiro: Record, 1983. p. 19-20.

LIRA, Aparecida. Falar em público pode ser uma tortura. Estado de Minas. Belo Horizonte, 21 jul. 1991. Cidades/Comportamento, p. 36.5.

SUCUPIRA FILHO, Eduardo. A arte de falar e escrever para o público. 2. ed. aum. São Paulo: O Livreiro, [s. d.].




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.2.1.87-97

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c)



e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional