Softwares de transcrição como auxílio para as pesquisas com enfoque multimodal no processo de aquisição da linguagem

Jéssica Tayrine Gomes de Melo Bezerra, Paula Michely Soares da Silva, Marianne Carvalho Bezerra Cavalcante

Resumo


RESUMO:Através do presente trabalho, almeja-se contribuir com as pesquisas realizadas no âmbito das análises em Aquisição da Linguagem, identificando de que forma dois softwareslivres, de transcrição de dados, podem auxiliar a organização e a análise das interações comunicativas em uso natural com base na multimodalidade. A abordagem multimodal em Aquisição da Linguagem propõe que gestos e produções vocais não podem ser dissociados e compõem uma matriz única de significação (KENDON, 1982, 2000, 2004; McNEILL, 1985, 1992, 2000). Para tal, os programas Eudico Language Annotator (ELAN) e o Computerized Language ANalysis (CLAN) são apresentados. OELAN, desenvolvido pelo Max Planck Institute for Psycholinguistics, é um software de transcrição que tem o objetivo de auxiliar a anotação de dados sobre gravações de áudio ou vídeo. Esse programa foi desenvolvido para a análise linguística, podendo englobar além dos dados da linguagem, anotações sobre gestos. É por isso que o software é atrativo às pesquisas multimodais, pois possibilita o exame do verbal, não verbal e contextual. O CLANé umsoftware que permite a realização de anotações simultâneas de fala, gestos e elementos contextuais observados em interações comunicativas. Ele permite análises que abrangem a contagem de frequência, pesquisas de palavra, análises de coocorrência, contagens MLU (Mean Length of Utterance – Extensão Média do Enunciado), mudanças de texto e análise morfossintática (MacWhinney, 2000). De modo geral, espera-se colaborar com pesquisas na área da linguagem, que analisam seu corpus sob a perspectiva multimodal.

PALAVRAS-CHAVE: interação e tecnologias; softwares de transcrição; aquisição da linguagem.

  

ABSTRACT: Through this work, it aims to contribute to the research carried out under the analysis in language acquisition, through the presentation of two data transcription free software that assist the organization and analysis of communicative interactions in natural use. The multimodal approach Language Acquisition proposes that gestures and vocal productions can not be dissociated and form a single matrix of meaning (KENDON, 1982, 2000, 2004; McNEILL, 1985, 1992, 2000). For this, it presented the Eudico Linguistic Annotator and the Computerized Language Analysis programs. The ELAN, developed by Max Planck Institute for Psycholinguistics, is a transcription software aims to assist data recording on audio or video recordings.This software was developed for linguistic analysis, which may cover beyond data language, notes about gestures. Because of this the software is attractive to multimodal research, since it allows the examination of verbal, nonverbal and contextual. CLAN is a software that allows the realization of simultaneous speech notes, gestures and contextual elements observed in communicative interactions. It enables analysis that cover the frequency count, word searches, co-occurrence analysis, MLU (Mean Length of Utterance) counts, text changes and morphosyntactic analysis (MacWhinney, 2000). Overall, it is expected to cooperate with research in the area of language, which analyze your corpus in multimodal perspective.

KEYWORDS: interaction and technologies; transcription softwares; language acquisition.


Palavras-chave


interação e tecnologias; softwares de transcrição; aquisição da linguagem.

Texto completo:

PDF

Referências


BARRETT, L. F. The relationship among momentary emotional experiences, personality descriptions, and retrospective ratings of emotion. Personality and Social Psychology Bulletin, n. 23, p. 1100-1110, 1997.

BARROS, A. T. M de C. Fala inicial e prosódia: do balbucio aos blocos de enunciados. 2012. 103 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Pós-Graduação em Linguística, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2012.

CALIL, E.; DEL RÉ, A. Análise multimodal de uma história inventada: o caso da onomatópeia visual. Revista da Anpoll, Belo Horizonte, n. 27, p. 30-45, 2009.

CAVALCANTE, M. C. B. Hologestos: produções linguísticas numa perspectiva multimodal. Revista de Letras, v. 1, n. 31, p. 9-16, 2012. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/index.php/revletras/article/view/1057. Acesso em: 24 jun. 2016.

CLANWin, version 1.0. [s.l.]. 2015. Disponível em: http://childes.psy.cmu.edu/. Acesso em: 10 fev 2015.

DEL RÉ, A.; HILÁRIO, R. N.; MOGNO, A. S. Programa CLAN da base CHILDES: normas de transcrição (CHAT) e comandos básicos. In: FERREIRA-GONÇALVES, G.; BRUM-DE-PAULA, M. R.; KESKE-SOARES, M. (Org.). Estudos em aquisição fonológica. Pelotas: Editora e Gráfica Universitária PREC – UFPel, 2012. v. 4, p. 11-30.

ELAN, version 4.9. 2015. [s.l.]. Max Planck Psycholinguistics Institute, Disponível em: http://tla.mpi.nl/tools/tla-. Acesso em: 15 mai. 2015.

FALASCA, P. Aquisição/aprendizagem de LE: subjetividade e deslocamentos identitários. 2012. 153 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Araraquara, 2012.

FONTE, R. F. L. O funcionamento da atenção conjunta na interação mãe-criança cega. Tese de doutorado em Linguística. Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 2011.

FONTE, R. F. L. et al. A matriz gesto-fala na aquisição da linguagem: algumas reflexões. In: BARROS, I. do R. et al. (Org.). Aquisição, desvios e práticas de linguagem. Curitiba: CRV, 2014. p. 11-26.

GOLDBERG, A. E. Constructions: a construction grammar approach to argument structure. Chicago: University of Chicago Press, 1995.

KENDON, A. The study of gesture: some remarks on its history. Recherches Sémiotiques/Semiotic Inquiry, v. 2, p. 45-62, 1982.

KENDON, A. Language and gesture: unity or duality? In: MCNEILL, D. (Ed.). Language and gesture. Cambridge: Cambridge University Press, 2000. p. 47-63.

KENDON, A. Gesture: visible action as utterance. Cambridge: Cambridge University Press, 2004.

KENEDY, E. Curso básico de Linguística Gerativa. São Paulo: Contexto, 2013.

LANGACKER, R. W. Foundations of cognitive grammar. Stanford: Stanford University Press, 1987. v. 1: theoretical prerequisites.

Lausberg, H.; Sloetjes, H. Coding gestural behavior with the NEUROGES-ELAN system. Behavior Research Methods, v. 41, n. 3, p. 841-849, 2009.

LAVER, J. Unifying principles in the description of voice, posture and gesture. In: CAVE, C.; GUAITELLA, I. Interactions et comportement multimodaux dans la communication. Paris: L’Harmattan, 2000.

LOCKE, J. L. Desenvolvimento da capacidade para a linguagem falada. In: FLETCHER, P.; MACWHINNEY, B. (Eds.). Compêndio da linguagem da criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

MACWHINNEY, B. The CHILDES Project: tools for analyzing talk. 3rd ed. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum Associates, 2000.

MACWHINNEY, B. et al. AphasiaBank: methods for studying discourse. Aphasiology, v. 25, p. 1286–1307, 2012.

MCCLEARY, L.; VIOTTI, E.; LEITE, T. de A. Descrição das línguas sinalizadas: a questão da transcrição dos dados. Alfa, São Paulo, v. 54, n. 1, p. 265-289, 2010.

MCNEILL, D. So you think gestures are nonverbal? Psychological Review, cidade, v. 92, n. 3, p. 350-371, 1985.

MCNEILL, D. Hand and mind: what gestures reveal about thought. Chicago: University of Chicago Press, 1992.

MCNEILL, D. Language and gesture. Cambridge: Cambridge University Press, 2000.

NÓBREGA, P. V. A.; CAVALCANTE, M. C. B. Aquisição da linguagem e dialogia mãe-bebê: o envelope multimodal em foco em contextos de atenção conjunta. Revista Investigações, Recife, v. 25, n. 2, p. 157-183, 2012. Disponível em: http://www.repositorios.ufpe.br/revistas/index.php/INV/article/view/344. Acesso em: 24 jun. 2016.

SILVA, P. M. S. da. Gestos e produção verbal: a fluência multimodal em aquisição da linguagem. 2014. 88 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 2014.

SNOW, C. E. Questões no estudo de input: Sintonia, universalidade, diferenças individuais e evolutivas, e causas necessárias. In: FLETCHER, P.; WHINNEY, B. M. (Orgs.). Compêndio da linguagem da criança. São Paulo: Artmed. p. 153-63, 1997.

SOUSA, W.; FARIA, E. M. O gesto como facilitador da produção do sentido no diálogo entre crianças surdas em aquisição de linguagem. In: CAVALCANTE, M. C. B. (Org.). Multimodalidade em aquisição da linguagem. João Pessoa, PB: Editora Universitária da UFPB, 2010. v. 01, p. 135-148.

TOMASELLO, M. The role of joint attentional process in early language development. Language Sciences, n. 10, p. 69-88, 1988.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.9.1.77-93

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.