Uma proposta de instrumento de roteirização de videoaulas à luz da teoria instrucional e da aprendizagem multimídia / A proposal of a scripting tool for videoclasses based on instructional theory and multimedia learning

Vinicius Carvalho Pereira

Resumo


RESUMO: O cenário educacional contemporâneo assiste a um crescimento exponencial da modalidade a distância, em que se destacam os materiais impressos, em termos de pesquisa, produção e distribuição. No entanto, a difusão cada vez maior de recursos audiovisuais no contexto da cibercultura, bem como a emergência de novos paradigmas de ensino e aprendizagem, exigem pesquisas sobre materiais didáticos em outras mídias. Neste contexto, o presente artigo objetiva a identificação de diretrizes para elaboração de um instrumento de roteirização de videoaulas que empodere o professor como membro ativo em todas as partes do processo de produção desse material didático audiovisual. Do ponto de vista metodológico, elaborou-se um instrumento de roteirização com base nas teorias instrucionais e da aprendizagem multimídia, o qual foi aplicado junto a cinco professores, para que eles roteirizassem uma videoaula simples, sobre uma atividade cotidiana. Em seguida, os sujeitos de pesquisa foram entrevistados para uma avaliação qualitativa do instrumento, com vistas a uma validação/reformulação do mesmo. Os resultados das entrevistas e da análise dos roteiros indicam que um instrumento como esse pode permitir que o docente tenha maior compreensão sobre o processo de produção de videoaulas. Além disso, foi possível elicitar uma série de fatores que devem ser adaptados para aprimoramento do instrumento de roteirização. Ademais, percebeu-se que determinados princípios da aprendizagem multimídia não foram respeitados pelos sujeitos de pesquisa na elaboração de seus roteiros, o que sugere a necessidade de direcionamentos mais claros dentro do instrumento de roteirização.

 

ABSTRACT: The contemporary educational scenario witnesses an exponential growth of distance education, where print materials stand out in terms of research, production and distribution. However, the spread of audiovisual resources in cyberculture, as well as the emergence of new paradigms of teaching and learning, demands researches on didactic materials in other medias. This research aims at identifying guidelines for a scripting tool that empowers teachers as active members throughout the production of audiovisual didactic materials. In terms of methodology, we designed a scripting tool based on instructional theories and theories of multimedia learning. Five teachers were given that instrument to write the script of a simple videoclass about a daily activity. Then, the research subjects were interviewed for a qualitatively assessing of the scripting tool, in order to validate/reformulate it. The results from the interviews and from the analyses of the tools suggest that such an instrument can allow teachers to better understand the videoclass production process. Besides, it was possible to elicit some factors that should be adapted to improve the scripting tool. Besides, we noticed that some multimedia learning principles were not respected by research subjects when they were scripting their videoclasses, which suggests the need to clarify the scripting tool.


Palavras-chave


videoaulas; instrumento de roteirização; educação a distância.

Texto completo:

PDF

Referências


AUMONT, J.; MARIE, M. Dicionário teórico e crítico de cinema. Campinas: Papirus, 2003.

BELLONI, M. L. Educação a distância. Campinas: Autores Associados, 2003.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Referenciais de qualidade para a Educação Superior a distância. Agosto de 2007. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf . Acesso em: 11 mai. 2013.

FILATRO, A. Design instrucional contextualizado: educação e tecnologia. São Paulo: Senac São Paulo, 2007.

JULLIER, L. L’analyse de sequences. Paris: Armand Colin Cinéma, 2002.

MAYER, R. Multimedia learning. Cambridge: CUP, 2009. DOI: https://doi.org/10.1017/CBO9780511811678

MAZZEU, I. R.; AMBRÓZIO, M. Processos de produção e distribuição de vídeos na SEaD-UFSCAR. In: Simpósio Internacional de Educação a Distância (SIED). Encontro de Educadores em Educação a Distância (EnPED), 2012. Universidade Federal de São Carlos. Anais do SIED:EnPED. 2012, p. 1-16. Disponível em: http://sistemas3.sead.ufscar.br/ojs/Trabalhos/347-761-1-ED.pdf . Acesso em: 14 set. 2013.

MORAN, J. M. Desafios da televisão e do vídeo à escola. 2002. Disponível em: http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/tecnologias_eduacacao/desafio.pdf . Acesso em: 21 mai. 2017.

SARTORI, A. S.; ROESLER, J. Educação superior a distância: gestão da aprendizagem e da produção de materiais didáticos impressos e on-line. Tubarão: Unisul, 2005.

SILVA, C. B. M.; PEREIRA, V. C. Produção de material didático impresso para EaD: desafios e propostas. In: DE ALBUQUERQUE, D. C. S. H.; PEREIRA, V. C. Construindo a EaD: primeiros passos. Cuiabá: IFMT, 2013, p. 165-184.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.10.1.178-197

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.