A respeito da construção semiótica do sentido do bullying e do cyberbullying

Ana Cristina Fricke Matte

Resumo


Este artigo busca, antes de trazer conclusões, levantar pontos para reflexão. O termo cyberbullying tem sido usado para distinguir o bullying realizado diretamente entre as pessoas do bullying mediado por computadores em rede. Com base na teoria semiótica, discutimos a relação entre os dois termos tendo em vista lançar algumas luzes sobre essa diferenciação e possíveis consequências práticas do seu uso em relação à construção do sujeito na sociedade atual: os modelos tensivos por trás da construção do efeito de sentido de bullying e as estratégias de manipulação que conduzem a um bullying bem ou mal sucedido. Trata-se de refletir, portanto: até que ponto o bullying e o cyberbullying são problemas diferentes?


Palavras-chave


Bullying. Cyberbullying. Manipulação. Tensividade. Paixão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.5.1.2-12

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.