Caso Casey Heynes: uma abordagem semiótica do tratamento dado ao bullying na atualidade

Carlos Henrique Silva de Castro, Ester Junia da Silva, Elisângela Rodrigues Andrade Vieira Helal, Ghisene Santos Alecrim Gonçalves

Resumo


O objetivo deste trabalho é refletir sobre o bullying a partir de uma análise semiótica, de viés greimasiano, de um excerto da Revista Nova Escola que aborda o caso Casey Heynes que, por sua vez, refere-se a um vídeo de sucesso veiculado na internet, no qual a vítima de bullying se rebela e agride violentamente um de seus algozes. O texto questiona, sobretudo, o papel da escola em casos como esse. Tais reflexões têm como propósito entender o papel do sujeito nessa narrativa e sua relação com o objeto, qual seja, livrar-se do bullying. Desse modo, acreditamos ser possível melhor entender acerca dos processos de construção de valores como a violência, a exemplo do bullying, discussão de extrema importância na contemporaneidade.


Palavras-chave


Bullying. Educação. Diálogo. Aceitação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.5.1.25-33

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.