Uma análise semiótica da temática bullying em texto divulgado em rede social

Agleice Marques Gama, Francine Mendes dos Santos, Ranielli Azevedo

Resumo


Neste trabalho, apresentamos uma análise da narrativa Aconteceu comigo: bullying, de Emílio Carlos, exposta na Internet via rede social Facebook (http://www.facebook.com/pages/N%C3%A3o-ao-Bullying/139022846141742?sk=wall&filter=12) e Groups Yahoo (http://br.groups.yahoo.com/group/historiasdoemilio/message/77), como forma de encorajar os visitantes a denunciarem esse mal a partir do uso das novas tecnologias da informação e da comunicação. Com o objetivo de analisarmos contextualmente os envolvidos, pautamo-nos nos níveis do percurso gerativo de sentido – fundamental, narrativo e discursivo –, enfatizando, de acordo com a semiótica de linha francesa (greimasiana), os elementos que mais contribuíram para a construção do sentido do texto. Dessa forma, percebemos que, neste caso, o agressor é uma pessoa que possui uma falta constitutiva e supera seu problema aparentando um poder forçado, advindo da violência praticada, e que o agredido é uma vítima que busca pela exterminação do bullying o retorno de sua identidade, caracterizada pela sua harmonia com o ambiente escolar. Percebemos, ainda, que a escola, no lugar de resolver o problema do bullying, simplesmente o delega a outra entidade, quando apenas transfere o sujeito agressor.


Palavras-chave


Semiótica greimasiana. Percurso gerativo. Bullying.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.5.1.52-66

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.