Explorando a autoria de hipertexto por meio de um processo e de uma ferramenta para a retextualização digital

Antônio Robson de Paula, Ivan Luiz Marques Ricarte

Resumo


O termo hipertexto foi introduzido por Theodore Nelson em 1965 e, desde então, houve muitos avanços tecnológicos que popularizaram a navegação em hipertextos. Apesar disso, o processo de produção de hipertextos com múltiplas perspectivas de leitura é ainda objeto de estudos pela comunidade de pesquisadores da área, que apresenta demandas ainda não atendidas. Uma delas é a facilitação para a produção de hipertextos a partir de conteúdos existentes na forma de textos tradicionais, lineares. Este trabalho apresenta uma revisão das pesquisas relacionadas à produção de hipertextos e propõe um processo de retextualização digital para a construção de hipertextos a partir de um texto linear. Adicionalmente, é proposta uma ferramenta de autoria de hipertextos inspirada nesse processo. Um exemplo de aplicação do processo e do uso da ferramenta ilustra a viabilidade de construção de hipertextos segundo essa abordagem.


Palavras-chave


Texto. Hipertexto. Retextualização digital.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.5.2.96-109

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.