Nome e sobrenome: as palavras impressas de Arnaldo Antunes habitam vídeos-poemas

Hernany Tafuri

Resumo


Pretende-se, neste texto, apresentar as intersecções, influências e entremeios aos quais a produção poética de Arnaldo Antunes está sujeita, partindo das diversas possibilidades de leitura dos poemas e vídeos-poemas contidos no projeto multimídia “Nome”, lançado originalmente no ano de 1993, composto por um livro, um vídeo e um CD, e relançado no ano de 2005 com seus vídeos transpostos para o formato de mídia DVD. Arnaldo músico poeta artista trabalha a palavra em suas máximas possibilidades, agregando valores aos signos, suporte e participação efetiva de seus leitores. Em sua poética meio e mensagem se (con)fundem: texto e tela, juntos formam; texto é múltipla tela – televisão.


Palavras-chave


Poesia brasileira. Arnaldo Antunes. Multimídia. Tecnologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.7.1.107-115

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.