Usabilidade de design e usabilidade pedagógica a partir do olhar do aluno em EAD: uma análise comparativa entre dois ambientes virtuais de aprendizagem

Cleber Marques de Oliveira

Resumo


Este artigo apresenta o resultado de uma pesquisa realizada em duas turmas de cursos de graduação a distância em que uma utiliza um Software Livre e a outra, um Software Proprietário como Ambiente Virtual de Aprendizagem. A pesquisa busca analisar de que forma a Usabilidade de Design e a Usabilidade Pedagógica desses ambientes comprometem o processo de ensino-aprendizagem. Para isso, parte-se da análise dos testes de usabilidade, com ênfase nos graus de dificuldade e de acessibilidade dos conteúdos, e dos objetos de mediação presentes nesses ambientes para a construção de um processo de ensino e aprendizagem eficaz. Os resultados mostram que ainda há necessidade de desenvolver interfaces que permitam a interação e a produção do conhecimento de forma simples e eficiente entre professores e alunos, utilizando Ambiente Virtual de Aprendizagem. Conclui-se que os ambientes investigados possuem entraves que comprometem a eficácia na mediação entre professores, conteúdos e alunos. Contudo, a partir das análises, algumas pistas, como regras para padronização da interface, apontam para possíveis resoluções dos problemas.


Palavras-chave


Educação a Distância. Ambientes Virtuais de Aprendizagem. Mediação. Usabilidade de Design. Usabilidade Pedagógica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.3.1.20-28

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.