Tecnologias de Informação e Comunicação e formação docente em Letras: uma análise qualitativa da legislação brasileira e portuguesa

Fabiana Diniz Kurtz

Resumo


RESUMO: Estudos (ALMEIDA, 2008; COSTA, 2007; JONASSEN, 2000; KURTZ, 2015) têm colocado o papel das tecnologias educacionais lado a lado a questões históricas e legais na área, questionando a ênfase atribuída ao aparelhamento das instituições educacionais e o uso instrumental das tecnologias, que fazem com que estudantes sejam orientados a aprender unicamente “sobre” e não “com” esses recursos, sem maiores preocupações pedagógicas e sociais. Tendo a abordagem histórico-cultural vigotskiana como eixo teórico (VIGOTSKI, 2007; 2008), o objetivo desta pesquisa é verificar de que forma as tecnologias são concebidas em documentos oficiais que pautam a educação e a formação docente em Letras no Brasil e em Portugal. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de cunho qualitativo com base na análise textual discursiva (MORAES & GALIAZZI, 2011), da legislação educacional brasileira e portuguesa, em um processo de unitarização e categorização dos textos. Os resultados sugerem indícios de contato e distanciamento entre as legislações, com desdobramentos bastante peculiares nos dois países, evidenciando que esses documentos devam ser profundamente conhecidos e discutidos pelos docentes de modo que as tecnologias sejam parte da formação de professores de línguas, não unicamente pelo fato de ser uma obrigação legal e sim pela necessidade pedagógica e emancipatória do sujeito, coerentemente com a concepção de ensino e aprendizagem adotada.

PALAVRAS-CHAVE: TIC; formação de professores; legislação brasileira; legislação portuguesa.

 

ABSTRACT: Studies (ALMEIDA, 2008; COSTA, 2007; JONASSEN, 2000; KURTZ, 2015) have placed the role of educational technologies side by side to historical and legal issues in the field, questioning the emphasis given to the equipping of schools and instrumental use of technologies that lead students to learn only "about" but not "with" these technologies without greater pedagogical and social concerns. Having Vygotskian social-historical approach as theoretical support (VIGOTSKI, 2007; 2008), the main objective of this research is to verify how technologies are designed in official documents that guide education and language teacher education in Brazil and Portugal. For this purpose, a qualitative research based on discourse textual analysis (MORAES & GALIAZZI, 2011) was carried out in a process of textual unitarization and categorization. Results suggest contact and distance elements between the laws, with quite peculiar developments in both countries, showing that these documents should be deeply known and discussed by teachers so that technologies are part of language teacher education not only because it is a legal obligation, but also an educational and emancipatory need, consistent with teaching and learning conception adopted.

KEYWORDS: ICT; teacher education; Brazilian legislation; Portuguese legislation.


Palavras-chave


TIC; formação de professores; legislação brasileira; legislação portuguesa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.8.2.79-93

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.