Cascas sobre o papel: memória do dilaceramento

Vera Casa Nova

Resumo


Resumo: O ensaio tenta mostrar como o autor Georges Didi-Huberman, na obra Écorces (Cascas), nos apresenta sua experiência de rastros (W. Benjamin) e sua interpretação do dilaceramento nos campos de Auschwitz-Birkenau. Trata-se de uma narrativa de ruínas pela palavra e pela imagem fotográfica. Escritura que se encontra entre a pesquisa histórica e a empresa literária autobiográfica.

Palavras-chave: Didi-Huberman; rastro; história; fotografia.

Abstract: The essay tries to demonstrate how the author, George Didi-Huberman, in its work Écorces (barks), presents his own experience of Traces (W. Benjamin) and also his own interpretation of the laceration in the Auschwitz-Birkenau concentration camps. His work is about a narrative of ruins through words and images (photography). Such writing is caught in between historic research and autobiographic literature.

Keywords: Didi-Huberman; Trace; history; photography.


Palavras-chave


Didi-Huberman; rastro; história; fotografia; history, photography.

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. Imagens do pensamento. Edição e tradução de João Barrento. Lisboa: Assírio Alvim, 2004.

BENJAMIN, Walter. O narrador. Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: _____. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução de Sergio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 197-221. (Obras Escolhidas, 1).

BENJAMIN, Walter. Paris capitale du XIXe siècle. Édition de R. Tiedemann. Traduction de J. Lacoste. Paris: Le Cerf, 1989.

BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito de História. In: _____. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução de Sergio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 222-232. (Obras Escolhidas, 1).

DERRIDA, Jacques. Pensar em não ver: escritos sobre as artes do visível (1979-2004). Organização de Ginette Michaud, Joana Masó e Javier Bassas. Tradução de Marcelo Jacques de Moraes. Florianópolis: Editora da UFSC, 2012.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Blancs soucis. Paris: Les Éditions de Minuit, 2013.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Cascas. Tradução de André Telles. Serrote: Uma Revista de Ensaios, Artes Visuais, Ideias e Literatura, São Paulo, n. 13, p. 99-133, mar. 2013.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Écorces. Paris: Les Éditions de Minuit, 2011.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Images malgré tout. Paris: Les Éditions de Minuit, 2003.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Ninfa moderna: essai sur le drape tombé. Paris: Gallimard, 2002.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Remontages du temps subi: l’œil de l’Histoire, 2. Paris: Les Éditions de Minuit, 2010.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Lembrar escrever esquecer. São Paulo: Editora 34, 2006.

LEIRIS, Michel. Miroir de la tauromachie. Paris: Fata Morgana, 2005.

SONTAG, Susan. Sobre a fotografia. Tradução de Rubens Figueiredo. São Paulo: Companhia das letras, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.24.2.65-75

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Vera Casa Nova



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.