Escutar a escrita: por uma teoria literária ameríndia

Marília Librandi- Rocha

Resumo


Este texto estabelece pontes entre a teoria da literatura e a etnoantropologiacontemporânea, e propõe repensar a noção de ficção a partir deconceitos do mundo ameríndio. Ilustra a discussão uma análise da “lição deescritura”, de Tristes trópicos, relida não como farsa, mas como força e arte.

Palavras-chave


Claude Lévi-Strauss; Nambikwaras; Eduardo Viveiros de Castro.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2358-9787.21.2.179-202

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O Eixo e a Roda: Revista de Literatura Brasileira
ISSN 0102-4809 (impressa) / ISSN  2358-9787 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.