Em Tese

Em Tese é um periódico eletrônico quadrimestral do Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários (Pós-Lit) da FALE-UFMG, dedicado a divulgar produções e pesquisas nas áreas de Estudos Literários e de Artes.

A revista aceita submissões de textos inéditos – artigos, resenhas, recensões, traduções – que contemplem as seguintes áreas: Literatura Brasileira, Literaturas Clássicas e Medievais, Literaturas de Língua Inglesa, Literaturas Modernas e Contemporâneas, Teoria da Literatura e Literatura Comparada.

Notícias

 

Literatura e democracia

 
 
Primeiramente, vocês sabem. Escrever pode ser um gesto político. Mas nem sempre pode ser. Alguns escrevem e são torturados. Outros escrevem dentro das prisões. Vozes escrevem para silenciar vozes. Sem falar nas literaturas orais que grafitam fora isto, abaixo aquilo. Ou mesmo nas estratégias textuais utilizadas, ao longo do tempo, para censurar ou driblar a censura. Pense nessas crises: trabalhe o seu texto para a Em TeseWe have a dream: um Dossiê que investigue a relação entre Literatura – em suas diversas manifestações, orais e escritas, líricas e épicas e dramáticas e ensaísticas – e Democracia – seja quando ela existiu e/ou quando ela não pode existir, seja enquanto conceito e/ou enquanto forma social. Muitos escritores, ao longo de períodos ditatoriais ou de liberdade de expressão, produziram seus textos discutindo, formalmente e/ou como tema, essa maneira de governo em que o povo exerce a soberania. Por isso a pauta do v. 23, n. 1 da Em Tese é democrática: não importa se seu objeto de estudo literário é pró ou contra o regime popular. O foco está no tensionamento entre Literatura Democracia. Ame-os, ou deixe-os.
 

Prazo para submissão: 20 de janeiro a 20 de abril de 2017.

 
Publicado: 2016-12-16
 

A literatura & o livro

 

 

 

Se os discursos apocalípticos sobre o fim do livro parecem ter finalmente arrefecido, diante da constatada sobrevivência do livro físico (em variados formatos) ao lado dos suportes digitais, a forma, a materialidade e certa simbologia do livro vêm sendo, nas últimas décadas, tensionadas – seja por diferentes correntes do pensamento que têm dedicado especial atenção ao livro como instituição ocidental do saber e da cultura; seja por artistas que veem no objeto livro um campo de experimentações e investigações materiais e conceituais; seja, ainda, no âmbito do design editorial, que se alimenta também do experimentalismo material e gráfico ao passo que tenta investir o produto livro de novas roupagens, tendo em vista um mercado cada vez mais competitivo e um público cada vez mais exigente. Além disso, convive com o livro em sua forma mais amplamente difundida e reconhecida uma série de práticas alternativas, novas e antigas, que vêm ganhando destaque no universo livresco: livros artesanais, independentes, produzidos com materiais os mais diversos, autopublicações, literatura digital e, ainda, criações de grupos e povos que há até pouco tempo não se utilizavam da tecnologia do livro. Tendo como horizonte esse prolífico cenário – e sem desconsiderar, claro, a história das práticas e das reflexões acerca do livro –, o v. 22, n. 3 da revista Em Tese convida pesquisadores e artistas a refletir sobre a forma, a matéria e a experiência de leitura do livro, levando em conta seus mais variados meios e modos de produção e circulação ao longo dos tempos. 

 

Prazo para submissão: de 5 de setembro a 20 de janeiro de 2017.

 
Publicado: 2016-09-05
 
Outras notícias...

v. 22, n. 1 (2016): EFEMÉRIDES ROSIANAS: OS 70 ANOS DE SAGARANA E OS 60 DE GRANDE SERTÃO: VEREDAS E CORPO DE BAILE


Imagem: Arlindo Daibert
Imagem: Arlindo Daibert