'A luta pelo Passe Livre': das politische Handeln des brasilianischen Fußballers Afonso Celso Garcia Reis in den 1960er- und 1970er-Jahren

Sebastian Knoth

Resumo


Este estudo analisa a militância política do jogador brasileiro Afonso Celso Garcia Reis (Afonsinho) e sua luta pelo Passe Livre durante as décadas de 1960 e 1970. Afonsinho, estreante no futebol brasileiro profissional durante a segunda metade da década de 1960, vivenciou uma radical mudança nos padrões de treinamento, a qual impunha um modelo de disciplina militar. Esse, não tolerava o comportamento analisador e crítico de Afonsinho que sofreu, por tal motivo, um série de restrições. Em reação ás restrições, Afonsinho começou a luta pelo Passe Livre, ou seja, pela liberação do seu passe de jogador que se tornou uma ação simbólica contra as repressões da ditadura militar no Brasil. A repercussão social deste conflito foi um fator político importante naquele momento e ultrapassou em muito os limites do mundo do futebol.


Palavras-chave


Futebol; Política; Ditadura militar; Afonsinho; Passe livre.

Texto completo:

PDF (Deutsch)

Referências


ANDRADE, André Gil Ribeiro de. Sobre a disciplina no futebol brasileiro: uma abordagem pela Justiça Desportiva brasileira. Dissertação (apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2006.

BELLOS, Alex. Futebol – Fußball – Die brasilianische Kunst des Lebens. Frankfurt am Main: Fischer Taschenbuch Verlag, 2005.

COUTO, Euclides de Freitas. A esquerda contra-ataca: rebeldia e contestação política no futebol brasileiro (1970-1978). Recorde: Revista de História do Esporte, Rio de Janeiro, v. 3, n. 1, p. 1-22, jun. 2010.

FLORENZANO, José Paulo: Afonsinho e Edmundo: a rebeldia no futebol brasileiro. São Paulo: Muso Editora, 1998.

GIL, Gilberto. Cidade do Salvador. Universal, 1973.

GUTERMAN, Marcos: O futebol explica o Brasil: uma história da maior expressão popular do país. São Paulo: Editora Contexto, 2009.

KNIPP, Kersten. Das ewige Versprechen – Eine Kulturgeschichte Brasiliens. Berlin: Suhrkamp Verlag, 2013.

SCHULZE-MARMELING, Dietrich. Der gezähmte Fußball – Zur Geschichte eines subversiven Sportes. Göttingen: Verlag Die Werkstatt, 1992.

SÓCRATES. Das finale Interview mit Brasiliens Legende Sócrates. 11 Freunde – Magazin für Fußballkultur, n.130, p. 77-81, set. 2012.

WÖHLCKE, Manfred. Brasilien – Anatomie eines Riesen. München: Verlag C.H. Beck, 1987.

INTERNET

AFONSINHO. 11 Freunde – Magazin für Fußballkultur. 25.02.2014. Disponível em: https://bit.ly/2HSH6Wr . Acesso em: 13 jan. 2018.

AFONSINHO. Ludopédio. 11.09.2014. Disponível em: https://bit.ly/2JOdDxw. Acesso em: 13 jan. 2018.

ALBERTO, Carlos. 11 Freunde – Magazin für Fußballkultur. 01.06.2012. Disponível em: https://bit.ly/2FFvWm9. Acesso em: 13 jan. 2018.

BASSO, Murilo. Sombras do regime militar acompanharam o futebol brasileiro. Gazeta do Povo. 31.3.2014. Disponível em: https://bit.ly/1Yn2KnL. Acesso em: 13 jan. 2018.

MAGALHÃES, Lívia Gonçalves. Futebol em tempos de ditadura civil-militar. Anais do XXVI Simpósio Nacional da História – ANPUH. São Paulo, p. 1-16, jul. 2011. Disponível em: https://bit.ly/1gPQ6wh. Acesso em: 13 jan. 2018.

RIBEIRO, André. Prezado amigo Afonsinho. Literatura na arquibancada. 18.10.2012. Disponível em: https://bit.ly/2HOfpCo. Acesso em: 13 jan. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2526-4494.3.1.9-26

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2526-4494


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.